PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Série A

Galo marca no último lance e vence o Ceará no Castelão por 2 a 1

Após um segundo tempo sem muita inspiração das duas equipes, o Atlético-MG aproveitou um escanteio no último minuto e saiu de campo vencedor

23:02 | 04/05/2019
Ceará emendou a segunda derrota seguida na Série A do Brasileiro
Ceará emendou a segunda derrota seguida na Série A do Brasileiro(Foto: Júlio Caesar/O POVO)

Era o último lance da partida. Um escanteio pelo lado direito para o Atlético-MG e Guga se posicionou para cobrar. Ele levantou a bola na medida para Jair, que acertou cabeçada e mandou a bola para a rede. O goleiro do Ceará, Diogo Silva, não chegou a se mover. O torcedor alvinegro na arquibancada, atônito, também não. Com um gols aos 48 minutos, o Vovô perdeu a segunda partida consecutiva na Série A do Brasileiro.

A derrota poderia ter acontecido de forma menos impactante, se o gol marcado por Ricardo Oliveira, aos 25 minutos de segundo tempo, não fosse invalidado por impedimento. Mas o Ceará também poderia ter vencido sem maiores problemas, se Ricardo Bueno não estivesse à frente do marcador antes de cabecear para o gol, aos 6 minutos do segundo tempo, no que seria o segundo tento dele na partida.

O panorama do jogo foi este. Ceará e Atlético-MG tiveram suas chances e venceu quem foi mais efetivo. A consequência, porém, é bem diferente para ambos. Enquanto o Galo manteve os 100% de aproveitamento na competição e se isolou na liderança, com nove pontos, o Vovô ficou na sexta colocação com três, mas deve perder posições com o complemento da rodada, neste domingo. Pior que isso, viaja para enfrentar o Goiás, na próxima rodada, com certa pressão para pontuar.

O primeiro tempo da partida foi bem movimentado, com as duas equipes se enfrentando de forma franca. Posse de bola e finalizações, por exemplo, foram praticamente iguais. Bueno marcou primeiro para o Vovô, aos 23 minutos, aproveitando cruzamento de Samuel Xavier e desviando de cabeça (a bola ainda bateu no zagueiro Réver). No lance seguinte, Geuvânio enfiou bola para Guga, que invadiu a área pelo lado direito e cruzou para trás, deixando Nathan livre na grande área para finalizar.

“A gente mandou praticamente o jogo todo, fizemos o primeiro gol e na hora de segurar tomamos outro. E agora no final, no último lance. Infelizmente tivemos uma bobeira, mas agora não adianta. Precisamos aprender o mais rápido possível para voltarmos a pontuar. É preciso fazer um campeonato de regularidade”, lamentou Tiago Alves, capitão do Ceará na partida.

 

Brenno Rebouças