PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Campeonato Cearense

"É difícil, mas não é impossível", diz Ricardo Bueno após derrota do Ceará no primeiro jogo da final

Para conseguir o tri consecutivo, o Ceará precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença no próximo domingo

18:53 | 14/04/2019
Jogo acabou tendo chances para os dois lados, mas foi o Fortaleza quem saiu na frente no primeiro tempo
Jogo acabou tendo chances para os dois lados, mas foi o Fortaleza quem saiu na frente no primeiro tempo (Foto: Stephan Eliert/Cearasc.com/Divulgação)

O Ceará saiu atrás na disputa pelo título do Campeonato estadual de 2019. Derrotado por 2 a 0 pelo Fortaleza neste domingo, 14, o Vovô tentará reverter a situação diante do Leão na próxima semana. Para obter a taça, o alvinegro precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença. Para o atacante Ricardo Bueno, no entanto, a tarefa não é “impossível”.

“É difícil, mas não é impossível”, declarou o atleta do Ceará. “É claro que não era o resultado que a gente queria para essa primeira partida. Mas fazer o que? Aconteceu. Agora é trabalhar porque nós temos mais um jogo difícil assim”, afirmou à Rádio O POVO CBN.

No fim do primeiro tempo, Edinho balançou as redes para o tricolor. E também na etapa complementar. Logo na volta do intervalo, o atacante ampliou o marcador, aumentando a vantagem para 2 a 0 para o time do Pici.

Mesmo a frente no placar, o Fortaleza teve uma baixa: Júnior Santos foi expulso, recebendo cartão vermelho direto, após dar cotovelada em seu xará, Juninho.

O vozão ficou com um homem a mais durante boa parte do segundo tempo, mas não conseguiu reverter essa superioridade numérica em gol. Para piorar a situação do time do Porangabuçu, Thiago Carleto tomou o segundo cartão amarelo e também foi para o chuveiro mais cedo.

Com dez jogadores para cada lado e sem qualquer alteração no placar até os 50 minutos do segundo tempo (cinco foram de acréscimo), o árbitro Raphael Claus pediu a bola e encerrou a primeira partida da final do Campeonato Cearense deste ano.

No próximo domingo, 21, os dois times voltam a se enfrentar em partida decisiva, novamente na Arena Castelão.

Wanderson Trindade