PUBLICIDADE
Esportes
PROTAGONISTA

De 3º goleiro a herói: Fernando Henrique defende pênaltis e é decisivo na Copa do Brasil

Após empate sem gols diante do Foz do Iguaçu no tempo normal, Fernando Henrique brilhou nas penalidades e ajudou o Ceará a avançar para a 3ª fase da Copa do Brasil

23:10 | 27/02/2019
Fernando Henrique comemora classificação do Ceará após defesas decisivas (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)
Fernando Henrique comemora classificação do Ceará após defesas decisivas (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

Provocou, chamou a responsabilidade e defendeu duas penalidades. Terceiro goleiro do Alvinegro do Porangabuçu, Fernando Henrique foi decisivo na classificação do Ceará na Copa do Brasil. Após o empate sem gols no tempo regulamentar, a partida entre o Vovô e o Foz de Iguaçu, no estádio ABC-PR, precisou ser decidida nos pênaltis. E foi aí que apareceu o protagonismo do camisa 83.

Não fosse as lesões de Richard e Diogo Silva, que estão à frente de Fernando Henrique na briga pela titularidade, o goleiro de 35 anos não teria protagonizado a disputa de pênaltis no estádio ABC. A apresentação decisiva nas penalidades dá novo fôlego para FH buscar a vaga no time titular.

Com a saída de Everson, o próprio técnico Lisca afirmou que a vaga estava aberta. Richard e Diogo Silva ainda não convenceram.

Diante do Foz do Iguaçu, o arqueiro, praticamente, não foi exigido durante os 90 minutos. O Ceará dominou o jogo inteiro, mas abusou dos gols perdidos. Como na 2ª fase da Copa do Brasil o empate leva a partida direta para os pênaltis, Fernando Henrique precisou mostrar o seu valor.

Com R$ 1,45 milhão de cota em jogo, o Vovô passou a depender da atuação do jogador do elenco com valor mais baixo no mercado da bola, segundo o Transfermarkt, site especialista em cotação de atletas. Fernando Henrique tem o passe cotado em R$ 212 mil.

Na 1ª cobrança do Foz, FH provocou o meia Bruno Nascimento, indicando o canto do gol para ele bater. O jogador cobrou no outro lado, mas o camisa 83 foi buscar e defendeu. Na sequência, Felipa Baxola desperdiçou a penalidade e Vinicius Martins, do time paranaense, deixou tudo igual.

Na 3ª cobrança, Fernando Henrique mais uma vez tentou desestabilizar o zagueiro do Foz, Luis Matheus. "Eu peguei", afirmou FH antes da finalização do atleta adversário. Na batida, o goleiro conseguiu defender com a ponta dos pés, deixando o Ceará à frente para garantir a classificação.

Fernando Henrique está em sua 2ª passagem pelo Ceará. Entre 2011 a 2013, o goleiro defendeu pela 1ª vez o Vovô e teve momentos marcantes. O atleta retornou ao Alvinegro em 2017 para campanha na Série B.

Naquele ano, FH fez uma partida na Segundona, mas teve papel importante. Em duelo direto pelo G4, o goleiro segurou a vitória por 1 a 0 diante do Paraná, no Castelão.

Lucas Mota