Torcedores relatam tumulto na entrada do Castelão e Ceará pede desculpas; PM se isenta de culpaCeará Sporting Club | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Torcedores relatam tumulto na entrada do Castelão e Ceará pede desculpas; PM se isenta de culpa

Vários torcedores enfrentaram dificuldades para acessar o estádio e enfrentaram tumulto caótico.

16:27 | 01/10/2018
NULL
NULL
[FOTO1] Além da festa e do alívio por estar fora da zona de rebaixamento do Brasileirãoa vitória do Ceará por 3 a 1 sobre a Chapecoense, no último domingo, 30, foi marcada também por um fato lamentável. Centenas de torcedores alvinegros reclamaram de problemas no acesso ao Castelão, relatando desorganização e confusão na entrada ao estádio.

O problema ocorreu na zona de acesso dos portões J, K e I do Castelão, que foram fechados pela Polícia Militar. Com isso, houve superlotação do lado de fora e muitos torcedores que tinham ingressos em mãos foram impossibilitados de entrar na Arena.

"Foi uma coisa absurda o que aconteceu. Teve criança sendo derrubada, não tinha catraca pra todo mundo, teve gente pulando as catracas e invadindo. Foi coisa de louco", relatou ao O POVO um torcedor que, por motivo de segurança, preferiu não se identificar.

Além da desorganização, a queixa dos alvinegros passa também pela postura dos Policiais Militares responsáveis pelo controle de acesso ao estádio.

"Foi a maior truculência pra gente entrar. (Os policiais) fecharam o portão do nada e impediram todo mundo de entrar, até os sócios-torcedores, e atuaram de forma extremamente despreparada", disse ao O POVO outro torcedor que também preferiu não se identificar.

CLUBE PEDE DESCULPAS
Em nota oficial divulgada no início da tarde desta segunda-feira, 1, o Ceará pediu desculpas aos torcedores e garantiu que "se reunirá com os órgãos competentes e imbuídos na operação de logística na entrada da torcida ao estádio."

De acordo com a nota, "Arbitrariamente e sem consentimento algum do clube, um acesso foi fechado de maneira extremamente equivocada, gerando tumulto, desordem e o descontentamento do nosso torcedor", e garantiu " pacto para que o torcedor alvinegro seja sempre tratado com respeito, gentileza e comodidade nas partidas do Vozão!".

POLÍCIA MILITAR SE ISENTA DE CULPA
Já a Polícia Militar, também através de nota oficial, disse que a responsabilidade do ocorrido foi do Ceará, alegando que "foi iniciado um tumulto de torcedores, ocasionado pelo mau planejamento por parte do Clube responsável pelo evento".

Além disso, a PM afirmou que "O policiamento no local precisou fechar alguns acessos para tentar evitar invasões, redirecionando o público para outros portões de entradas", e que "Não há registros de pessoas que tenham sido feridas do local, nem tampouco nenhum torcedor foi prejudicado por conta da ação policial".

Veja na íntegra as notas oficiais de Ceará e PM

NOTA OFICIAL - CEARÁ
Pedimos desculpas a todos os torcedores pelos transtornos pontuais, na zona de acesso (Portões J, K e I) à Arena Castelão. Ciente dos acontecimentos, o Ceará Sporting Club comunica que se reunirá com os órgãos competentes e imbuídos na operação de logística na entrada da torcida ao estádio.

Arbitrariamente e sem consentimento algum do clube, um acesso foi fechado de maneira extremamente equivocada, gerando tumulto, desordem e o descontentamento do nosso torcedor.

Reiteramos o pedido de desculpas e reforçamos o pacto para que o torcedor alvinegro seja sempre tratado com respeito, gentileza e comodidade nas partidas do Vozão!

Diretoria

NOTA OFICIAL - POLÍCIA MILITAR
A Polícia Militar do Ceará esclarece que minutos antes de iniciar a partida de futebol entre Ceará x Chapecoense, que aconteceu no último domingo (30), foi iniciado um tumulto de torcedores, ocasionado pelo mau planejamento por parte do Clube responsável pelo evento.

Segundo informações do Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), houve uma superlotação em alguns setores da Arena Castelão, devido a um número maior de acesso nos portões. O policiamento no local precisou fechar alguns acessos para tentar evitar invasões, redirecionando o público para outros portões de entradas.

Na ocasião, foi aberto mais um local de acesso para tentar amenizar o tumulto. Diante desta necessidade, o policiamento foi remanejado para os demais pontos.

Não há registros de pessoas que tenham sido feridas do local, nem tampouco nenhum torcedor foi prejudicado por conta da ação policial, no sentido de controlar o melhor acesso ao interior do estádio.

Att,
Assessoria de Comunicação Social da PMCE

VEJA MAIS: CEARÁ DEIXA ZONA DE REBAIXAMENTO COM MÉRITOS | NA PRANCHETA #34
[VIDEO1] 
TAGS