PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Alvinegro

Ceará tenta devolver Juninho Piauiense, mas Sport nega devolução

09:16 | 12/07/2018

(Foto: Divulgação / Ceará SC)
O Ceará bem que tentou, mas não conseguiu devolver o atacante Juninho Piauiense ao Sport-PE, equipe que detém o passe do atleta. A diretoria do Alvinegro entrou em contato com os dirigentes do clube pernambucano demonstrando interesse em rescindir o contrato de empréstimo, no entanto os mandatários do rubro-negro afirmaram que o vínculo deveria ser cumprido. Portanto, o centroavante deve permanecer em Porangabuçu até o fim desta temporada. A informação foi confirmada pela diretoria do Sport.

 

Conforme o repórter da rádio O POVO/CBN, Luiz Henrique Pontes, Juninho está treinando separado e em horário diferente do que é praticado com o restante do plantel do Alvinegro. Integrante do elenco do Ceará há quase três meses, Juninho nunca foi unanimidade em Porangabuçu e sua contratação pelo Alvinegro foi vista sob desconfiança. Ele havia sido oferecido ao Fortaleza - maior rival do Ceará -, mas foi descartado pelos mandatários do Leão por conta de sua fama fora das quatro linhas.

 

Considerado “garoto-problema” no Sport, Juninho chamou mais atenção no Ceará pelos protestos que sua vinda causou por parte da torcida feminina do Alvinegro (ele foi acusado de agredir a ex-namorada, quando ainda defendia o Sport) e por uma entrevista fora do comum onde o atacante garantiu que mandava bem em campo.

 

Ele faz parte da lista de atletas que foram contratados de times da Série A - o regulamento da competição permite a transferência de cinco jogadores oriundos de clubes da elite - e mesmo com a devolução, o Ceará não recuperaria a 'vaga' que seria deixada por Juninho. 

 

Série A

 

A reestreia do Ceará na Série A está marcada para a próxima quarta-feira, 18, às 19h30min, no estádio Presidente Vargas (PV). Os ingressos para o confronto já estão sendo comercializados. Ao todo, quatro mil bilhetes foram disponibilizados à venda (para o setor Laranja do PV). Os demais lugares do estádio estão reservados aos sócios torcedores.

 

(Colaborou: Brenno Rebouças / O POVO)

NETO RIBEIRO