PUBLICIDADE
Esportes

Jogador do Inter se defende após ser acusado de racismo: "Nunca fiz isso"

Zagueiro Victor Cuesta fez pronunciamento após o treino no estádio Alcides Santos, no Pici

17:57 | 12/07/2017
NULL
NULL
[FOTO1] O jogador do Internacional, Victor Cuesta, se pronunciou oficialmente na tarde desta quarta-feira, 12, após treino no estádio Alcides Santos, no Pici, sobre o suposto caso de racismo envolvendo o zagueiro argentino e o atacante Elton, do Ceará. Após o breve pronunciamento, o clube de Porto Alegre não permitiu perguntas dos jornalistas para o atleta do Colorado. Em seguida, o lateral Uendel participou da coletiva de imprensa.
 
 
"Eu nunca fiz isso e, na minha carreira, não aconteceu nada do tipo. É verdade que nós xingamos dentro de campo, mas são coisas que ficam por lá mesmo. Nem ele faltou o respeito comigo, nem eu com ele", afirmou o jogador do Internacional.
 
 
O atleta foi acusado pelo atacante do Ceará de te-lo chamado de "macaco", após confusão em um dos lances da partida. O suposto caso de racismo, no entanto, não foi relatado na súmula do árbitro da partida, Leandro Bizzio Marinho.
 
O treino do clube gaúcho no Pici faz parte da preparação para o próximo jogo contra o CRB, em Maceió. Na manhã desta quinta-feira, 13, o Internacional faz mais um treino no Alcides Santos. Pela tarde, o elenco segue viagem para a Capital de Alagoas, com escala em Recife (PE).
[FOTO2] 
TAGS