Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Atlético tem lista de diretores na mão e Sette Câmara avalia indicações

O Atlético demitiu nos últimos dias o diretor de futebol Alexandre Gallo. O Presidente Sérgio Sette Câmara informou que o clima estava muito hostil e, além disso, a falta de bons resultados impulsionaram a velocidade da queda. Sem um profissional, com Marques ocupando interinamente o cargo, nomes já estão na mesa do mandatário alvinegro. A [?]
04:15 | Nov. 01, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Atlético demitiu nos últimos dias o diretor de futebol Alexandre Gallo. O Presidente Sérgio Sette Câmara informou que o clima estava muito hostil e, além disso, a falta de bons resultados impulsionaram a velocidade da queda. Sem um profissional, com Marques ocupando interinamente o cargo, nomes já estão na mesa do mandatário alvinegro.

A Gazeta Esportiva apurou que Sette Câmara tem em sua mesa uma lista de nomes para ocupar o cargo assim que necessário. Alguns nomes chamam atenção, todavia, eles são de jovens a até os mais experientes.

Câmara tem na mesa quatro nomes específicos. O primeiro deles de Marco Aurélio Cunha, ex-São Paulo, atualmente cuidando do futebol feminino da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em entrevista a Rádio 98FM, Cunha disse que tem paixão pelo atual trabalho e que sair atualmente seria ?muito difícil?.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Outro nome da lista que chama atenção é de Klauss Câmara. O dirigente tem um bom trabalho recente com o Cruzeiro, responsável por ajudar a montar o elenco bicampeão da Copa do Brasil da Raposa. Além dele, o ex-jogador de futebol, Tinga, que exerceu o cargo de gerente de futebol do time celeste, também foi oferecido.

Outro nome é de Rui Costa, atualmente no Atlético-PR. O nome chama atenção pelo bom trabalho no Grêmio, entre 2012 e 2016, onde trabalhou com grandes treinadores. Costa foi o primeiro nome contratado pela Chapecoense após a tragédia. Ele assinou com o Atlético-PR após Paulo Autuori deixar o clube no final de 2017.

O assunto não será definido agora. Marques vai trabalhar até o fim do Campeonato Brasileiro e, só depois, o clube mineiro vai confirmar um novo profissional.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags