Ricardo Oliveira nega falta de coragem contra desfalcado CorinthiansClube Atlético Mineiro | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Ricardo Oliveira nega falta de coragem contra desfalcado Corinthians

Vindo da queda nas oitavas de final da Copa Libertadores, o Corinthians entrou em campo desfalcado para enfrentar o Atlético-MG na noite deste sábado. Após o empate por 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro em Itaquera, o experiente Ricardo Oliveira garantiu que não faltou ousadia ao time visitante. Lesionados, o lateral direito Fagner e o [?]

00:00 | 02/09/2018

Vindo da queda nas oitavas de final da Copa Libertadores, o Corinthians entrou em campo desfalcado para enfrentar o Atlético-MG na noite deste sábado. Após o empate por 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro em Itaquera, o experiente Ricardo Oliveira garantiu que não faltou ousadia ao time visitante.

Lesionados, o lateral direito Fagner e o zagueiro Pedro Henrique não participaram do confronto com o adversário mineiro. Assim como o volante Douglas, suspenso. Para completar, o técnico Osmar Loss resolveu poupar o goleiro Cássio, o zagueiro Henrique e o meia Jadson.

?Não diria que faltou coragem. Acho que não é essa a palavra. Chegou um momento, no início do jogo, em que identificamos que deveríamos adiantar nossa pressão. Demos muito campo para eles no começo, identificamos isso e adiantamos a pressão para dificultar mais?, analisou o centroavante ao Premiere.

O Corinthians saiu na frente com um chute de Pedrinho que bateu no travessão, nas costas do goleiro Victor e acabou entrando. Já o Atlético-MG empatou por meio de Fábio Santos em um pênalti competido por Gabriel. Oportunista, Ricardo Oliveira quase marcou em jogada aérea.

?Conseguimos em ocasiões esporádicas chegar pelo lado do campo, cruzando bolas, o que não foi o suficiente. Teve o lance do pênalti e uma cabeçada minha que acabou pegando na trave. Tentamos no segundo tempo ser um pouco mais agressivos, mas, infelizmente, não conseguimos a vitória?, afirmou o centroavante.

Com 35 pontos, cinco a mais do que o próprio Corinthians, o Atlético-MG fica no sexto lugar. O Palmeiras, quinto com 37, ainda visita a Chapecoense neste domingo. Pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 21h45 (de Brasília) de quarta-feira, o time mineiro pega o São Paulo, no Estádio Independência.

Gazeta Esportiva

TAGS