PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Palmeiras perde para Defensa e encerra sequência de vitórias na Libertadores

A equipe alviverde estava 100% na competição e estava próximo de bater o recorde de vitórias consecutivas

08:41 | 19/05/2021
Palmeiras encerra a série invicta na Libertadores com uma derrota em casa para o Defensa y Justicia-ARG (Foto: André Penner / AFP)
Palmeiras encerra a série invicta na Libertadores com uma derrota em casa para o Defensa y Justicia-ARG (Foto: André Penner / AFP)

Já garantido na primeira colocação do grupo A da Libertadores, o Palmeiras foi derrotado por 4 a 3 pelo Defensa y Justicia, no Allianz Parque, pela quinta rodada de sua chave. Os gols dos mandantes foram marcados por Zé Rafael, Willian e Gustavo Scarpa, enquanto os argentinos fizeram com Gustavo Bou, duas vezes, Matías Rodríguez e Braian Romero. O revés fez com que o Alviverde perdesse os 100% de aproveitamento na competição continental.

Nos primeiros 45 minutos, as duas equipes foram extremamente eficientes em campo. Cada time chegou com perigo duas vezes, mandando para as redes em todas as oportunidades. No segundo tempo, o Verdão e os visitantes voltaram a marcar, chegando ao 3 a 3. Wesley chegou a acertar o travessão na etapa final, e Vanderlan foi expulso nos últimos minutos após receber o segundo cartão amarelo. No último lance, Braian Romero de cabeça deu a vitória para os argentinos.

Com o resultado, o Palmeiras estacionou nos 12 pontos. Na quinta-feira, o Alviverde faz a primeira final do Campeonato Paulista, contra o São Paulo, no Allianz Parque, às 22h. A última partida do time pela fase de grupos da Libertadores será contra o Universitario-PER, em casa, na quinta-feira da semana que vem, às 19h. Enquanto isso, o Defensa y Justicia chegou aos oito pontos, na segunda colocação. Como o Independiente del Valle foi derrotado pelo Universitario, os argentinos garantiram a classificação para as oitavas.

Logo no primeiro minuto, Zé Rafael levou perigo. O meio-campista aproveitou saída errada dos argentinos e chutou de longe, com Loaiza impedindo que a bola fosse para o gol. No entanto, foi o Defensa y Justicia que abriu o placar no Allianz. Aos nove minutos, os visitantes bateram escanteio pela esquerda, e Zé Rafael não conseguiu cortar a bola, que ficou para Walter Bou. O atacante dominou e finalizou forte para marcar.

No minuto seguinte, o Verdão já deixou tudo igual. Em falta pela esquerda, Scarpa mandou para dentro da área, a bola passou por todo mundo e encontrou Zé Rafael, que apenas completou para o gol. Deixando a posse com os visitantes, o Palmeiras seguiu apostando em transições rápidas.

Aos 26 minutos, Bou marcou o seu segundo no jogo. Rotondi passou com muita facilidade por Lucas Lima e fez cruzamento para o centroavante, que desviou de cabeça para as redes. Mesmo com dificuldade para criar, o Palmeiras chegou ao empate aos 34 minutos. Após a equipe recuperar a posse no campo de ataque, Zé Rafael serviu Willian, que invadiu a área, chutou e contou com um desvio do defensor para marcar.

Logo no retorno do intervalo, o Defensa conseguiu marcar o terceiro. Em lance confuso, com um bate e rebate dentro da área, a bola ficou oferecida para Matías Rodríguez, que encheu o pé para colocar os argentinos à frente. Na sequência, o Palmeiras teve uma ótima oportunidade com Wesley, que recebeu passe de Zé Rafael. O atacante encheu o pé, Unsain defendeu e a bola explodiu no travessão.

Aos 29 minutos, Scarpa fez um belo gol no Allianz. Viña cruzou pela esquerda, o meio-campista dominou dentro da área e finalizou com precisão no canto direito. Aos 44, Vanderlan recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Logo em seguida, Braian Romero aproveitou cruzamento para dentro da área e testou firme para dar a vitória para os visitantes.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 3 X 4 DEFENSA Y JUSTICIA

Local: Allianz Parque, em São Paulo
Data: 18 de maio de 2021, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Assistentes: Richard Trinidad e Nicolas Taran (ambos do URU)
Cartões amarelos: Gustavo Scarpa, Vanderlan (Palmeiras); Adonis Frias, Tripichio, Matías Rodríguez, Beccacece (Defensa y Justicia)
Cartão vermelho: Vanderlan (Palmeiras)

GOLS
Palmeiras: Zé Rafael (dez minutos do 1º tempo), Willian (34 minutos do 1º tempo), Gustavo Scarpa (29 minutos do 2º tempo)
Defensa y Justicia: Walter Bou (nove e 26 minutos do 1º tempo), Matías Rodríguez (seis minutos do 2º tempo) e Braian Romero (48 minutos do 2º tempo)

PALMEIRAS: Jailson; Danilo Barbosa, Luan e Vanderlan; Lucas Lima, Zé Rafael (Gabriel Menino), Danilo, Gustavo Scarpa e Matías Viña; Willian e Wesley (Giovani).
Técnico: Abel Ferreira

DEFENSA Y JUSTICIA: Ezequiel Unsain; Adonis Frias, Matías Rodríguez, Juan Rodríguez (Meza), Emanuel Brítez; Raúl Loaiza (Hachen), Enzo Fernández, Carlos Rotondi, Tripichio; Braian Romero e Walter Bou (Escalante).
Técnico: Sebastián Beccacece