PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Santos teve três técnicos em quatro meses

Dois pediram demissão do Peixe, Ariel e Cuca, e o terceiro, Marcelo Fernandes assumiu interinamente

09:34 | 29/04/2021
Santos confirmava a saída de Cuca e anunciava Ariel Holan como técnico (Foto: Divulgação Santos)
Santos confirmava a saída de Cuca e anunciava Ariel Holan como técnico (Foto: Divulgação Santos)

O ano de 2021 tem sido bastante turbulento para o Santos. Após perder a final da Libertadores, o clube da Vila Belmiro trocou de comando técnico e, pouco depois de dois meses, será obrigado a contratar um novo treinador.

A última partida de Cuca à frente do Peixe foi o empate por 1 a 1 com o Fluminense, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 21 de fevereiro. Como já estava preparado para a saída do técnico, o Alvinegro agiu rápido e anunciou a contratação de Ariel Holan no dia seguinte.

O treinador argentino ainda demorou para a fazer a sua estreia, enquanto o auxiliar Marcelo Fernandes comandou o time na última rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Bahia, e nas duas primeiras partidas do Paulistão, contra Santo André e Ferroviária.

Contando a partir do momento em que foi anunciado, Holan permaneceu no Santos por 63 dias. Na segunda-feira pela manhã, o treinador ainda comandou o seu último treino no CT Rei Pelé. Com o argentino no banco de reservas, o Peixe disputou 12 partidas, com quatro vitórias, três empates e cinco derrotas.

O presidente Andres Rueda e a diretoria de futebol foram pegos desprevenidos com a saída de Holan. O mandatário e os membros do Comitê de Gestão sabem da importância de contratar um treinador o quanto antes, porém não querem tomar uma decisão precipitada, sem as devidas discussões internas.