PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Flamengo vence, mantém sonho do Bi e complica o Corinthians

Com a vitória o Flamengo terá uma "final" contra o Internacional na próxima rodada

08:30 | 15/02/2021
Flamengo venceu o Corinthians por 2 a 1 e se mantém próximo do líder Internacional (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Flamengo venceu o Corinthians por 2 a 1 e se mantém próximo do líder Internacional (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Um gol confirmado pelo VAR depois de quase cinco minutos de espera definiu a vitória do Flamengo sobre o Corinthians, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Flamengo chegou aos 68 pontos, ainda um a menos que o Internacional, líder na tabela de classificação.

O Timão caiu para a décima colocação, com 49 pontos, mais distante da vaga à Copa Libertadores da América.

O Corinthians adotou a estratégia de se postar atrás e esperar o Flamengo. Mas, os rubro-negros encontravam espaços. Não demorou até sair o gol.

Willian Arão aproveitou bola levantada na área em cobrança de falta e mandou para as redes.

Os visitantes conseguiram chegar só uma vez no gol de Hugo, e foram fatais. Xavier venceu disputa no meio, Araos serviu Natel e, cara a cara, o atacante mandou para o fum do gol pouco antes de Bruno Henrique mandar uma bola, de cabeça, no travessão.

Na etapa final, o clima de tensão aumentou, principalmente por causa dos critérios do árbitro Rafael Traci, que deu três cartões para corintianos por reclamação.

Em meio a pressão, Bruno Henrique exigiu defesa de Cássio, que espalmou, mas não tirou da área. Éverton pegou a sobra e tocou para Gabriel marcar.

Foram quatro minutos de espera até o VAR confirmar o gol por questão milimétrica e duvidosa.

O gol foi fatal. O Corinthians ainda tentou buscar o prejuízo, mas a diferença técnica pesou.

O Corinthians vai visitar o Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro, às 19 horas, em jogo atrasado pela 33ª rodada. O Flamengo vai fazer uma ‘final’ contra o Internacional, de novo no Maracanã, às 16 horas, no domingo que vem.