PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Turner estuda romper contrato de TV com os clubes, incluindo Ceará e Fortaleza

Empresa comprou os direitos de transmissão de Vovô e Leão, além de Palmeiras, Internacional, Athletico-PR, Santos, Coritiba e Bahia

Vinícius França
10:18 | 06/04/2020
Jogadores do Fortaleza entraram em campo na partida contra o Internacional com camisas alusivas a diferença de cotas entre o Tricolor e os demais seis clubes que assinaram com a Turner
Jogadores do Fortaleza entraram em campo na partida contra o Internacional com camisas alusivas a diferença de cotas entre o Tricolor e os demais seis clubes que assinaram com a Turner (Foto: Reprodução/TNT)

A Turner enviou uma carta confidencial aos oito clubes com os quais tem acordo na sexta-feira, 3, para negociar o rompimento de contrato. O conteúdo da carta é sigiloso, e prevê uma grande multa para revelar os detalhes da negociação. Ceará e Fortaleza estão entre os clubes que têm acordo com o grupo de comunicação até 2024, além de Palmeiras, Internacional, Athletico-PR, Santos, Coritiba e Bahia. As informações são do Estadão.

O Estadão entrou em contato com o presidente Marcelo Paz, do Fortaleza, que se negou a falar sobre o teor das conversas com a Turner: "Posso falar de tudo, menos desse assunto. Peço desculpas". Robinson de Castro, presidente do Ceará, também respondeu da mesma maneira, segundo o jornal. Porém, o presidente do Santos revelou alguns detalhes: "Os clubes estão perdendo muito dinheiro com a Turner e penso que ela também está perdendo muito dinheiro com o futebol brasileiro".

+ Entenda os motivos do Fortaleza ter denunciado a Turner por prática anticompetitiva, caso inédito no Brasil

Na carta, a Turner supostamente aponta para alguns "regras" que estariam sendo quebradas pelos clubes. Além de achar os números de audiência e faturamento insuficientes, a Turner também estaria descontente por uma certa "preferência" das equipes a atenderem às exigências da Globo. Os números de audiência dos canais da emissora teriam caído em 85% em 2019.

Um dos caminhos seria o rompimento do contrato, mas nenhuma das partes parece estar muito disposta a dar o primeiro passo. Porém, o certo é que caso o acordo seja rescindido, as equipes poderão revender os seus direitos de transmissão para a Globo, que pode exibir as partidas em canal aberto, canal fechado ou pay per view. Na temporada passada, o Fortaleza já tinha entrado em rota de colisão com a Turner, denunciando-a no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) por uma suposta desigualdade no pagamento das cotas de televisão.