PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Governo da Inglaterra pede que atletas da Premier League reduzam salário em meio ao coronavírus

Ainda não houve definição sobre redução salarial no futebol inglês, mas a expectativa é que os cortes aconteçam

10:11 | 03/04/2020
Liverpool é o atual líder disparado da Premier League
Liverpool é o atual líder disparado da Premier League (Foto: AFP)

Em meio à pandemia mundial do novo coronavírus, ainda não se sabe quando a bola vai voltar a rolar. Em um momento de indefinição, o que parece é que os jogadores da Premier League vão sofrer uma redução salarial. Em entrevista à BBC, o secretário da saúde britânica, Matt Hancock, disse que os atletas da liga devem fazer um corte salarial e desempenhar o seu papel social nos próximos meses. "Com os sacrifícios que muitas pessoas estão fazendo, a primeira coisa que os jogadores da Premier League podem fazer é dar uma contribuição", comentou.

E esse desejo de redução não é apenas do secretário de saúde britânica. A Associação dos Futebolistas Profissionais da Inglaterra (PFA) também se mostrou favorável ao movimento. Em comunicado oficial, a federação disse que a ideia deverá ser feita. "Estamos cientes do sentimento público de que os jogadores devem pagar os salários dos funcionários que não jogam. Os jogadores com quem falamos reconhecem que os membros que não jogam são parte vital do clube. Eles não querem que as pessoas sejam prejudicadas", disse a nota.

Ainda no comunicado, a nota diz que "qualquer apoio do governo sem necessidade financeira genuína seria prejudicial para toda a sociedade, detalhou.