PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Saiba quem é Anderson Batatais, novo técnico do Ferroviário no Campeonato Cearense

Treinador assume o Tubarão da Barra com missão de fazer o time voltar a vencer no Estadual

10:47 | 14/01/2020
Anderson Batatais tem passagens por outras equipes do futebol cearense, como Ceará e Guarany de Sobral
Anderson Batatais tem passagens por outras equipes do futebol cearense, como Ceará e Guarany de Sobral (Foto: Lenilson Santos/Ferroviário)

Três jogos oficiais, dois empates e uma derrota foram o suficiente para custar o cargo do técnico Zé Teodoro no Ferroviário. Antes mesmo de sair um anúncio oficial sobre a queda do treinador, o clube já oficializava o substituto: Anderson Batatais, 47 anos, que teve seu último trabalho no Guarany de Sobral. Anderson conhece o futebol cearense, mas em um dos períodos em que mais teve visibilidade, o sobrenome que usava era outro, e não o que hoje escolhe para homenagear sua cidade natal.

Anderson Luis da Silva já foi jogador. Zagueiro, foi revelado pelo Batatais, onde jogou por duas temporadas. Segundo os dados do site oGol, o ex-defensor também passou por Paulista, Ponte Preta e Albirex Niigata, do Japão, além de ter encerrado a carreira no Fortaleza, em 2008. No currículo, já ganhou os títulos da Copa do Brasil e da Série C do Brasileirão, pelo time de Jundiaí, e da segunda divisão do Campeonato Japonês.

Assim que se aposentou, Anderson virou coordenador técnico do Paulista. Depois, trabalhou como auxiliar técnico com passagens por Santos, Vitória, Guarani e Cruzeiro, chegando ao Ceará em 2015 depois de duas passagens pelo Vovô. Em Porangabuçu, trabalhou com as categorias de base, conquistando o título do Campeonato Cearense sub-20. Também comandou a equipe profissional em algumas oportunidades, assumindo como interino.

Em 2019, Anderson Batatais teve sua primeira grande oportunidade como técnico no futebol local. Foi contratado em definitivo pelo Guarany de Sobral no início do ano com o objetivo de vencer a primeira fase do Cearense, garantindo uma vaga na Copa do Brasil, e ir o mais longe possível na competição para conquistar a classificação para a Série D. No Estadual, foi demitido após ganhar apenas três pontos em quatro jogos, deixando a equipe na penúltima colocação. Desde então, não assumiu um novo trabalho.

Ao contrário de Zé Teodoro, experiente e campeão, o novo comandante do Ferroviário ainda dá seus primeiros passos na carreira de treinador. Escolher o Tubarão da Barra pode ter algumas vantagens para o ex-zagueiro, como o fato de ser uma equipe do futebol cearense, em que já trabalhou. Mas a pressão para fazer um elenco totalmente reformulado funcionar, além de retomar a boa fase recente da equipe, pode ser um fator que dificulte o trabalho de Anderson Batatais.

A diretoria coral tem que ter consciência do que pretende buscar nesta temporada. Se o foco é a classificação para a Copa do Brasil, deve existir um respaldo para o novo técnico, principalmente porque a primeira fase do Cearense só tem sete jogos. Trocar de comando em um campeonato tão curto dificilmente será efetivo, ainda que as chances de dar certo também sejam reais. Hoje, o Ferrão ocupa a quinta posição na tabela, com apenas dois pontos somados, e não vence há três jogos.