PUBLICIDADE
Esportes

Paulinho vê Brasil superior e eliminação mais difícil do que em 2014

Um dos remanescentes da Copa do Mundo de 2014, Paulinho entende que a eliminação diante da Bélgica é mais complicada do que a queda humilhante contra a Alemanha. Na visão do volante do Barcelona, o time dirigido por Tite foi superior ao adversário em Kazan na tarde desta sexta-feira. Escolhido pelo técnico para substituir o suspenso [?]

11:15 | 07/07/2018

Um dos remanescentes da Copa do Mundo de 2014, Paulinho entende que a eliminação diante da Bélgica é mais complicada do que a queda humilhante contra a Alemanha. Na visão do volante do Barcelona, o time dirigido por Tite foi superior ao adversário em Kazan na tarde desta sexta-feira.

Escolhido pelo técnico para substituir o suspenso Casemiro, Fernandinho marcou contra após cobrança de escanteio. Ainda no primeiro tempo, em jogada de contra-ataque, De Bruyne aumentou a vantagem belga. Renato Augusto, já na etapa complementar, anotou o único gol do Brasil.

?Jogamos, tentamos, ficamos em cima da Bélgica o tempo todo, finalizamos? A lição que fica, e que a gente já sabe, é que, no futebol, nem sempre o que joga melhor vence. No meu ponto de vista, jogamos melhor do que a Bélgica, mas não conseguimos a classificação?, analisou Paulinho.

Há quatro anos, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o meio-campista entrou durante a vergonhosa derrota por 7 a 1 diante da Alemanha, pela semifinal da Copa do Mundo. Aos 29 anos, titular contra a Bélgica, ele chegou a ficar emocionado ao comparar as quedas.

?É claro que as duas foram difíceis. A de 2014, foi muito complicada. Essa está sendo mais difícil, mas vamos seguir. Talvez pela forma que saímos, de estar lutando até o último segundo, em uma partida que ficamos o tempo inteiro em cima deles. Mas faz parte?, afirmou, decepcionado.

?Temos que assimilar o mais rápido possível, mas deixando bem claro para todos que vamos assumir nossa responsabilidade. É isso que devemos fazer, como houve na outra (Copa). Saímos, fomos desclassificados. Mas, de uma coisa, podem ter certeza: foi dando nosso melhor e tentando até o último segundo?, afirmou Paulinho.

Gazeta Esportiva

TAGS