PUBLICIDADE
Esportes

Bélgica tenta se impor contra o Japão

No jogo em que existe a maior diferença técnica nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, a Bélgica tenta se impor contra o Japão nesta segunda-feira, às 15h (de Brasília), na Arena Rostov, em Rostov, na Rússia. Os belgas terminaram a primeira fase na primeira colocação do Grupo G, com nove pontos [?]

08:45 | 02/07/2018

No jogo em que existe a maior diferença técnica nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, a Bélgica tenta se impor contra o Japão nesta segunda-feira, às 15h (de Brasília), na Arena Rostov, em Rostov, na Rússia. Os belgas terminaram a primeira fase na primeira colocação do Grupo G, com nove pontos conquistados, cem por cento de aproveitamento e direito a vitória de 1 a 0 sobre a Inglaterra. Além disso, com nove gols (média de três por partida), são os donos do ataque mais positivo da competição até aqui.

Por outro lado os japoneses avançaram com derrota de 1 a 0 para a Polônia no Grupo H. Os asiáticos fizeram apenas quatro pontos e têm saldo de gols zerado. Apesar de admitir o favoritismo, o técnico Roberto Martínez adotou um discurso cauteloso.

?O favoritismo existe pelas campanhas até aqui, porém, em um jogo eliminatório, noventa minutos, tudo pode acontecer. Uma noite ruim coloca no lixo o trabalho de quatro anos. Portanto, temos que entrar em campo entendendo que se trata de uma decisão e que o jogo só pode vir a ser fácil se demonstrarmos alguma facilidade?, disse.

Os belgas prometem uma postura ofensiva, pois acreditam que o Japão vai vir muito fechado. ?Vamos precisar de muita velocidade e de muita movimentação para não pagarmos um preço alto contra o Japão, já que eles vão jogar por uma bola e podem nos surpreender?, observou o meia Kevin de Bruyne.

Porém, surpresa mesmo os belgas devem ter com o estilo de jogo do Japão. Isso porque o técnico Akira Nishino promete um time ofensivo. ?Não jogamos recuados e isso não foi visto na maior parte desta Copa do Mundo. Nos fechamos apenas no fim do jogo contra a Polônia porque o resultado, mesmo sendo de derrota, nos interessava. Meu estilo de jogo é ofensivo. Sempre digo aos meus jogadores para serem ofensivos e com posse da bola. Sempre passei essa mensagem aos jogadores, e eles correspondem sempre?, disse o treinador do Japão, que vai manter a base que vem jogando.

O time belga será o mesmo que atuou nas duas primeiras partidas, quando atropelou Panamá por 3 a 0 e Tunísia por 5 a 2. Os poupados diante da Inglaterra retornam, incluindo o centroavante Romelu Lukaku, recuperado de um incômodo muscular.

Caso a partida termine empatada após os dois tempos, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade no tempo extra, o classificado será conhecido apenas na disputa de pênaltis.

FICHA TÉCNICA

BÉLGICA X JAPÃO

Local: Arena Rostov, em Rostov (Rússia)

Data: 2 de julho de 2018 (segunda-feira)

Horário: 15h (de Brasília)

Árbitro: não divulgado

Assistentes: não divulgado

BÉLGICA: Thibaut Courtois, Toby Alderweireld, Dedryck Boyata e Jan Vertonghen; Thomas Meunier, Kevin de Bruyne, Alex Witsel e Yannick Ferreira-Carrasco; Dries Mertens, Eden Hazard e Romelu Lukaku

Técnico: Roberto Martínez

JAPÃO: Eiji Kawashima, Gotoku Sakai, Maya Yoshida, Tomoaki Makino e Yuto Nagatomo; Hiroki Sakai, Gaku Shibasaki, Hotaru Yamaguchi e Takashi Usami; Yoshinori Muto e Shinji Okazaki

Técnico: Akira Nishino

Gazeta Esportiva

TAGS