PUBLICIDADE
Esportes

França tenta se impor sobre a Austrália

Apontada por muitos como uma das favoritas ao título pela geração que formou, a França estreia na Copa do Mundo de 2018 contra a Austrália neste sábado, às 7h(de Brasília), na Arena Kazan, em Kazan, na Rússia, pelo Grupo C, que terá ainda o duelo entre Dinamarca e Peru. Os franceses contam com grandes talentos, [?]

20:15 | 15/06/2018

Apontada por muitos como uma das favoritas ao título pela geração que formou, a França estreia na Copa do Mundo de 2018 contra a Austrália neste sábado, às 7h(de Brasília), na Arena Kazan, em Kazan, na Rússia, pelo Grupo C, que terá ainda o duelo entre Dinamarca e Peru. Os franceses contam com grandes talentos, que podem repetir o feito de 1998, quando o país deu a única volta olímpica de sua história em Mundiais.

Didier Deschamps, treinador da França, admitiu o favoritismo de sua equipe, mas fez um alerta sobre os riscos deste rótulo. ?Nós sabemos que o favoritismo da França neste jogo não se discute, pelos nomes dos jogadores e pela maior tradição do país. Não podemos lutar contra isso. Mas também não existe nenhuma garantia de que a gente vá ganhar o jogo. Hoje o futebol está muito nivelado e o favoritismo apenas aumenta a pressão de quem o carrega. O importante neste momento é pensarmos em fazermos um grande jogo?, analisou Didier Deschamps.

A qualidade da França é tão grande que fica complicado de apontar um destaque, mas Raphäel Varane dá segurança ao setor defensivo e Paul Pogba garante equilíbrio ao meio-de-campo. A força ofensiva é espetacular e conta com um quarteto que tem Moussa Dembélé, Olivier Giroud, Antoine Griezmann e Kylian Mbappé, companheiro de Neymar no PSG. Um deles, provavelmente o primeiro, vai ficar no banco em caso de necessidade de um sistema defensivo mais sólido. Mbappé, por sinal, que chegou a ser dúvida por conta de dores no tornozelo direito, se recuperou e vai para o duelo.

Pelo lado da Austrália, que teve sua melhor participação com um 14º lugar em 1974, o técnico holandês Bert van Marwijk está tendo que lidar com uma certa crise de relacionamento entre alguns jogadores. Mas ele prefere minimizar o caso. O foco está na estreia.

?Vamos dar o nosso melhor. Será um jogo muito difícil e acreditamos muito em nossa equipe. Você não pode ir bem apenas 15, 20 ou 30 minutos. Temos que nos concentrar o tempo inteiro para não errarmos lances fáceis?, disse o comandante holandês.

Com bom humor, van Marwijk ainda arriscou dizer que sua seleção tem alguma chance de vencer o confronto com os franceses. O técnico é o mesmo que levou a Holanda à final da Copa de 2010 e ficou com o vice-campeonato diante da Espanha.

?Podemos surpreender. Normalmente, nós jogaríamos dez vezes com eles e perderíamos de oito a nove jogos. Mas podemos conseguir algo diferente. Pelo que treinamos para a Copa, eu diria que esse número diminuiria para seis vezes. Quando você se organiza e acredita em algo, você tem chance?, afirmou.

A principal estrela da equipe australiana, por incrível que pareça, continua a ser o veterano artilheiro Tim Cahill, de 38 anos. Ele, porém, deve começar no banco de reservas, deixando a condição de titular para Daniel Arzani.

Pelo regulamento da Copa do Mundo, as seleções se enfrentam dentro de seus respectivos grupos em turno único. Ao fim, as duas melhores colocadas avançam para as oitavas de final, enquanto que as demais voltam para casa.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA X AUSTRÁLIA

Local: Arena Kazan, em Kazan (Rússia)

Data: 16 de junho de 2018 (Sábado)

Horário: 7h(de Brasília)

Árbitro: Andres Cunha (Uruguai)

Assistentes: Nicolas Taran (Uruguai) e Mauricio Espinosa (Uruguai)

FRANÇA: Hugo Lloris, Lucas Hernandez, Samuel Umtiti, Raphäel Varane e Benjamin Pavard; N?Golo Kanté, Corentin Tolisso e Paul Pogba; Ousmane Dembélé, Antoine Griezmann e Kylian Mbappé

Técnico: Didier Deschamps

AUSTRÁLIA: Mat Ryan, Aziz, Behic, Matthew Jurman, Trent Sainsbury e Josh Risdon; Jackson Irvine, Mile Jedinak, Aaron Mooy, Tom Rogic; Andrew Nabbout.

Técnico: Bert van Marwijk

Gazeta Esportiva