PUBLICIDADE
Esportes

Dupla sub-20 comenta participação na preparação do Brasil para a Copa

08:15 | 08/06/2018

Vitinho, lateral-direito do Cruzeiro, e Brenner, atacante do São Paulo, avaliaram o período em que permaneceram treinando com a Seleção Brasileira em preparação para a Copa do Mundo. Após viajar para a Inglaterra com o grupo, a dupla do time canarinho sub-20 não seguirá rumo à Áustria nesta sexta-feira, mas certamente voltará para o Brasil com muita história para contar e uma grande experiência na bagagem.

“Esse período que passei com eles aqui foi um período de grande importância para mim. Fazer parte de um grupo de Copa do Mundo, do nível da Seleção Brasileira, para mim é uma coisa muito gratificante. Vou usar no clube o que aprendi aqui, estar com eles para mim foi fenomenal. É um período que vou levar para a vida toda”, disse Vitinho, a joia cruzeirense.

Quem também viajou para Londres foi Brenner. Com apenas 18 anos, o jogador já integra o elenco principal do São Paulo, no entanto, recentemente foi descartado pelo técnico Diego Aguirre, que ainda vê necessidade de o garoto participar de algumas etapas de seu processo de formação.

“Tivemos muitos aprendizados com os companheiros, fizemos muitas amizades e acho que isso valeu muito a pena para o nosso futuruo, nos treinamentos, como pessoa, e conviver com eles também”, afirmou a promessa tricolor, antes de revelar quais convocados por Tite se aproximaram mais dele e de Vitinho durante os 19 dias de concentração.

“Todos foram companheiros, aconselharam, mas quem esteve mais perto da gente foi o Gabriel Jesus, o Ederson, o Danilo, que brinca com a gente, o Fernandinho, esses caras aí são grandes parceiros, Renato Augusto… foi um aprendizado muito grande, eu já era fã, virei mais fã ainda desses rapazes”, completou.

Vitinho, que recentemente renovou contrato com o Cruzeiro por cinco temporadas, ficou impressionado com o tratamento da a comissão técnica de Tite com os jogadores. Ele também elogiou o coordenador de seleções, Edu Gaspar, responsável por trabalhar nessa integração de jogadores da seleção sub-20 com a principal.

“O jeito que eles tratam você, o jeito que o Tite te olha, olho a olho, dá para ver que é um olhar sincero, ele quer seu bem. O Edu, a mesma coisa. São duas pessoas que não tem nem palavras para descrever”, finalizou.

Ouça o FutCast: podcast do O POVO que traz abordagens sobre o futebol cearense, a Copa do Mundo, entre outros assuntos do mundo da bola:

[VIDEO1]

 


Gazeta Esportiva

TAGS