Ceará bate o Ferroviário por 3 a 2 no PV e larga em vantagem na semi do Estadual

Com o resultado, o time alvinegro pode até empatar o jogo da volta, que será disputado no próximo sábado, 16. Para o Ferrão, apenas a vitória interessa

O Ceará largou em vantagem na primeira semifinal do Campeonato Cearense 2024. Na tarde deste sábado, 9, o Vovô venceu o Ferroviário por 3 a 2 no Estádio Presidente Vargas com gols de Erick Pulga, Lourenço e Barceló. Ciel e Vitinho marcaram para o Tubarão.

Com o resultado da ida, o time alvinegro pode até empatar o jogo da volta, que será disputado no próximo sábado, 16, na Arena Castelão. Para o Ferrão, apenas a vitória interessa.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ferroviário 2 x 3 Ceará: o jogo

Desde o começo da primeira etapa, os times deixaram claro suas estratégias para o confronto de ida. O Vovô tomou as rédeas do jogo e trabalhou a bola visando criar chances claras de marcar. 

O Tubarão da Barra, por sua vez, optou por aguardar o adversário e ficou atento a um possível erro alvinegro para tentar contra-atacar. Apesar da partida ter uma certa intensidade no início, a primeira grande chance criada só ocorreu aos 17 minutos.

Na oportunidade, o centroavante do Peixe, Ciel, recebeu bom passe de Vitinho e chutou firme, mas Richard executou a defesa. Três minutos depois, foi a vez do Ceará chegar com perigo. No escanteio, Castilho lançou a bola na cabeça de Aylon, que finalizou forçando o goleiro Geaze a evitar o tento.

Ex-Ferroviário, Erick Pulga voltou a assustar a defesa do time da Barra. Aos 31, o camisa 16 do Vovô, após cruzamento na área, chutou e a bola passou à esquerda da trave coral. No lance seguinte, porém, o ponta não desperdiçou.

Após um erro brutal do zagueiro Geninho, Pulga, que estava atento ao lance, aproveitou e finalizou no canto do gol para estufar as redes no Presidente Vargas.

O Ceará, no entanto, não conseguiu segurar a vantagem de 1 a 0 por muito tempo. Isso porque, três minutos depois a equipe coral chegou ao seu tento de igualdade.

Na ocasião, Matheus Bahia errou passe na zona de defesa, a bola sobrou para o meia Wilker, que achou um belo passe para Ciel. Dentro da área, o camisa 99 só teve o trabalho de virar o corpo e deslocar o goleiro Richard, igualando tudo no Clássico da Paz.

Após o gol de empate, o Ferroviário cresceu e fez pressão nos minutos finais da etapa inicial. A oportunidade mais clara saiu dos pés de Vitinho, que fez boa jogada pela esquerda e finalizou bem. A bola passou tirando tinta do gol do Vovô.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Vagner Mancini deixou claro que não gostou do que viu nos 45 minutos iniciais. Já no intervalo, ele sacou Recalde e Facundo Castro e promoveu as entradas de Lourenço e Barceló.

A estratégia deu certo. Com novas peças, o Alvinegro conseguiu ter mais ímpeto ofensivo e chegou ao seu tento aos 18 minutos. Mugni, em seu primeiro toque na bola, serviu Lourenço, que finalizou com categoria no canto do arqueiro coral para colocar o Vovô em vantagem mais uma vez.

Cinco minutos depois, o Ferrão voltou a igualar o marcador. No contra-ataque, Vitinho recebeu nas costas da defesa alvinegra e encobriu o goleiro Richard para balançar as redes. Após o gol, o time coral baixou suas linhas e chamou o Alvinegro para o seu campo.

Dominante nos minutos finais, o Ceará ainda desperdiçou uma chance clara aos 40. No lance, Matheus Bahia lançou na área, Barceló escorou e Erick Pulga mandou por cima da meta. Nos acréscimos, Lourenço também levou perigo em cobrança de falta, mas sem sucesso.

Antes do fim do jogo, o árbitro Leo Simão Holanda sentiu uma lesão e precisou deixar o campo. Renato Pinheiro, quarto árbitro, assumiu a posição e comandou o duelo nos instantes complementares.

Com mais minutos acrescentados devido a troca do árbitro e também de atletas, o Vovô conseguiu chegar ao gol do triunfo aos 61. Em rebote do goleiro Geaze após chute de Lourenço, Barceló estufou as redes e decretou a vitória alvinegra.

Ferroviário 2 x 3 Ceará - Ficha técnica

Ferroviário

4-3-3: Geaze; Wesley, Willian Rocha (César Sampaio), Geninho e Ernandes; Wilker, Lincoln e Ralph (Tarcísio); Vitinho (João Guilherme), Marcelinho (Henrique Vermudt) e Ciel. Técnico: Maurício Coppertino

Ceará

4-3-3: Richard; Raí Ramos, David Ricardo (Jonathan), Ramon e Matheus Bahia; Richardson (Jean Irmer), Guilherme Castilho (Lucas Mugni) e Recalde (Lourenço); Erick Pulga, Facundo Castro (Barceló) e Aylon. Técnico: Vagner Mancini

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza/CE
Data: 9/3/2024
Árbitro: Leo Simão Holanda (Renato Pinheiro)
Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite e Deborah Beatriz Ferreira da Silva
Gols: 32min/1ºT - Erick Pulga, 21min/2ºT - Lourenço e 61min/2ºT - Barceló (CEA); 35min/1ºT - Ciel e 25min/2ºT - Vitinho (FER) 
Cartões amarelos: Ralph, Copertino, Ciel e Tarcísio (FER); Facundo Castro, Erick Pulga, Raí Ramos e Jean Irmer (CEA)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

ferroviário ceará classico da paz cearense 2024 semifinal cearense 2024

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar