Participamos do

Santos encaminha acordo para pagar dívida envolvendo a venda de Neymar ao Barcelona

Após meses de negociação, clube paulista chega a acordo com o grupo DIS e deve reduzir dívida de R$ 40 milhões em mais da metade do valor; acerto deve ser confirmado nos próximos dias
17:11 | Out. 01, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Santos encaminhou um acordo com o Grupo DIS, fundo de investimentos privados no futebol, por uma dívida envolvendo a venda de Neymar ao Barcelona (ESP) em 2013. Oficialmente, o Peixe recebeu 17,1 milhões de euros (R$ 74,8 milhões, à época). Meses depois, o clube catalão admitiu que pagou 86,2 milhões de euros (R$ 364,2 milhões) e alegou que 40 milhões de euros foram para a empresa N&N, da família do atual atacante do Paris Saint-Germain (FRA).

O grupo DIS tinha direito a 40% do valor pago ao Santos, mas só recebeu o percentual pelos direitos econômicos, sem contar a prioridade em atletas e a quantia pelo amistoso entre as equipes.

"A dívida com a a DIS é de quase R$ 40 milhões. Quase em execução quando começamos a negociar. Sentamos, colocamos nossa posição bem transparente, pedimos desculpas e passamos a buscar um acordo. Estamos avançando", disse o presidente Andres Rueda, em entrevista à Gazeta Esportiva.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Presidente da DIS, Delcir Sonda esteve na Vila Belmiro na partida entre Santos e Internacional, no dia 22 de agosto. A negociação por um acordo teve início de fato nesta data. O mandatário do grupo concordou em diminuir os R$ 40 milhões em mais da metade (R$ 18 mi), com pagamento parcelado em várias vezes. O acerto deve ser confirmado nos próximos dias.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags