PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Cria do Fortaleza, Everton Cebolinha ressalta força da seleção antes de final contra Argentina

O jogador do Benfica falou da felicidade de participar do jogo, elogiou o grupo do Brasil e lamentou a ausência de Gabriel Jesus

17:44 | 08/07/2021
Everton foi campeão da Copa América em 2019 e eleito o melhor jogador da final (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Everton foi campeão da Copa América em 2019 e eleito o melhor jogador da final (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Cria das categorias de base do Fortaleza, o atacante Everton Cebolinha, da Seleção Brasileira, falou nesta quinta-feira sobre a final da Copa América contra a Argentina, que será disputada no sábado. O jogador do Benfica falou da felicidade de participar do jogo, elogiou o grupo do Brasil e lamentou a ausência de Gabriel Jesus, suspenso após expulsão contra Chile, nas quartas de final.

+ Polícia Civil revela como conseguiu recuperar camisas furtadas de Cebolinha

“Toda final é sonhada. A gente trabalha pra conquistar o título e disputar a final já é um sonho. Contra a Argentina, por ser um clássico desse tamanho, fico mais feliz ainda por poder participar desse jogo, é muito importante. Estamos trabalhando muito bem pra conquistar esse título”, disse Everton em uma zona mista virtual organizada pela CBF.

Normalmente reserva da Seleção, Everton foi titular na semifinal contra o Peru, jogando aberto pela direita. O atleta falou da possibilidade de atuar desde o início na grande decisão. “Temos muitos jogadores de qualidade, assim como foi em 2019, todos de de altíssimo nível. A gente vai com humildade, buscando nosso espaço para desempenhar nosso melhor futebol. Se for eu ou qualquer outro jogador, vamos estar em boas mãos”.

No Benfica desde 2020, Cebolinha falou sobre sua evolução como jogador desde que chegou em Portugal. “Cresci muito desde a primeira convocação, por conviver com jogadores desse nível, com um técnico como Tite… Jogando na Europa as coisa mudaram drasticamente, seja na parte física, técnica, tática… tenho evoluído bastante”, afirmou o ponta.

Por fim, Everton falou sobre a suspensão de Gabriel Jesus, que foi expulso nas quartas de final contra o Chile e pegou um “gancho” maior que o previsto. “Ficamos tristes, não esperávamos, foi um lance acidental, ele sentiu muito e queria nos ajudar. Temos que levantar a cabeça por ele e vamos dar nosso melhor”, disse o ex-gremista.

A decisão da Copa América entre Brasil e Argentina será disputada no sábado, no Maracanã, às 21h00 (de Brasília).

Gazeta Esportiva