PUBLICIDADE
Futebol
Noticia

Tite confirma reunião entre jogadores e direção da CBF sobre participação na Copa América

Técnico da Seleção Brasileira diz que comissão técnica e atletas têm posição sobre disputa do torneio e se pronunciarão após jogos das Eliminatórias

21:39 | 03/06/2021
Técnico Tite conversa com jogadores da seleção brasileira em treino no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Técnico Tite conversa com jogadores da seleção brasileira em treino no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Seleção Brasileira entra em campo na sexta-feira para enfrentar o Equador pelas Eliminatórias Sul-Americanas, mas os holofotes estão todos na realização da Copa América no Brasil. Em entrevista coletiva na noite desta quinta-feira, o técnico Tite não externou sua opinião sobre a execução do torneio, mas confirmou uma reunião entre os jogadores convocados e a direção da CBF.

De acordo com a "Rádio Gaúcha", atletas que atuam na Europa pediram para não disputarem a competição em encontro realizado antes do treino desta quinta-feira, no Beira-Rio. Tite atestou o encontro, mas não informou o posicionamento de seu grupo.

"Temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual a nossa opinião. Depois, pedimos aos atletas para focarem apenas no jogo contra o Equador. Na sequência, solicitaram uma conversa direta ao presidente. Foi uma conversa muito clara, direta. A partir daí, a posição dos atletas também ficou clara. Temos uma posição, mas não vamos externar isso agora. Temos uma prioridade agora de jogar bem e ganhar o jogo contra o Equador. Entendemos que depois dessa Data Fifa, as situações vão ficar claras. Depois desses dois jogos, vou externar a minha posição", pontuou.

LEIA MAIS

+ Conmebol alega mentiras sobre Copa América no Brasil: "Suscitou inexplicável oposição"
+ Conmebol divulga tabela da Copa América e confirma estreia da Seleção em Brasília
+ Confira os grupos e regulamento da Copa América no Brasil

Capitão da Seleção, o volante Casemiro iria participar da coletiva inicialmente, mas acabou não comparecendo. Segundo Tite, a ausência do jogador do Real Madrid tem relação com a opinião dos atletas sobre a disputa da Copa América.

"Eles têm uma opinião, externaram ao presidente, e vão externá-la ao público em um momento oportuno. Inclusive, isso tem a ver com a ausência do nosso capitão, Casemiro, aqui nessa entrevista", explicou.

Desde o anúncio da realização da Copa América no Brasil, nenhum atleta convocado concedeu entrevista coletiva. Tite comunicou que o "silêncio" foi um pedido dele, mas que a ausência de Casemiro foi uma decisão do elenco.

"Inicialmente foi pedido meu. Hoje, foi pedido e solicitação deles de não estar aqui. Em momento oportuno, eles vão se manifestar", relatou.

O treinador também declarou que as polêmicas envolvendo a Copa América tiveram efeito negativo na preparação para a partida de sexta-feira, mas espera que a Seleção Brasileira deixe o tema de lado quando enfrentar o Equador.

"Tem efeito negativo sim, em campo. Mas temos que superar e jogar bem. Traz prejuízo, compete a nós todos filtrarmos essa situação, fazer um grande jogo e ter o resultado que a gente merece", disse.

Por fim, Tite deu fim ao assunto afirmando que não está se esquivando das perguntas e garantiu que todos irão se posicionar após os embates contra Equador e Paraguai pelas Eliminatórias.

"Não estou abrindo mão das respostas e estou colocando os fatos, com discernimento e sensatez que tenho. É muito importante a Copa América. Mas mais importante, é o nosso jogo amanhã. É jogarmos bem, porque vamos ser cobrados, inclusive com o nosso torcedor. Ele cobra nossa posição. Temos posição clara. Mas deixa a nossa cabeça voltada para o jogo de amanhã. Entendo todos vocês e também entendo que é importante essa posição e não estou me eximindo", concluiu.

O Brasil e Equador se enfrentam nesta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. A seleção canarinha lidera a competição, com 100% de aproveitamento em quatro rodadas.