PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Bi do Flamengo na Libertadores completa um ano; relembre episódios emocionantes da campanha

Em 23 de novembro de 2019, o Rubro-Negro batia o River Plate por 2 a 1, na decisão em Lima, no Peru, para ficar com o título

Lucas Mota
10:50 | 23/11/2020
Jogadores do Flamengo comemoram título após bater o River Plate na final da Libertadores (Foto: BENAVIDES / AFP)
Jogadores do Flamengo comemoram título após bater o River Plate na final da Libertadores (Foto: BENAVIDES / AFP)

A torcida do Flamengo começa a semana em clima festivo. Depois de o time voltar a vencer no Brasileirão diante do Coritiba, no sábado, 21, os torcedores comemoram nesta segunda-feira, 23, um ano da conquista do bi da Libertadores.

Em 23 de novembro de 2019, o Rubro-Negro batia o River Plate por 2 a 1, na decisão em Lima, no Peru, para ficar com o título. A conquista do bi sobre os argentinos ficou marcada pela emoção de concretizar uma virada nos acréscimos da partida, em dia inspirado de Gabigol.

Na ocasião, o River saiu na frente com gol aos 14 minutos do primeiro tempo, com gol de Borré. Os argentinos estavam com a mão na taça até os 43 minutos do segundo tempo, quando brilhou a estrela de Gabigol, que empatou. Três minutos depois, nos acréscimos, o camisa 9 apareceu de novo para fazer o tento da virada e dar o título da Libertadores após 38 anos da última conquista da competição.

E não foi só na final que trouxe emoção para os torcedores do Rubro-Negro. Durante toda a campanha, houve momentos de tensão. O time carioca garantiu a classificação para o mata-mata no sufoco, ainda sob o comando de Abel Braga.

A equipe chegou a última rodada precisando assegurar um empate diante do Peñarol. Depois de abusar dos gols perdidos, o lateral Pará foi expulso aos 18 minutos do segundo tempo. O Flamengo, que vinha bem, passou a ser pressionado pelos uruguaio com um a menos. E com emoção, a equipe brasileira segurou o empate sem gols e garantiu a classificação como líder do grupo D.

Nas oitavas de final, o Flamengo já havia demitido Abel Braga e contratado Jorge Jesus. Na estreia do português na competição sul-americana, o Rubro-Negro foi derrotado por 2 a 0 pelo Emelec, fora de casa. Na volta, os cariocas devolveram o placar, levando a decisão para os pênaltis.

Com emoção, o Rubro-Negro avançou a bater o Emelec por 4 a 2 nas penalidades.

Nas semifinais, outro encontro ficou marcado na campanha até o título. O Flamengo enfrentou o Grêmio e empatou em 1 a 1 no jogo da ida, em Porto Alegre. Na partida da volta, no Rio de Janeiro, os cariocas tiveram grande atuação e golearam os gaúchos por 5 a 0.