PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Prefeitura do Rio anuncia volta de público para jogo no Maracanã

Partida entre Flamengo e Athletico-PR, no dia 4 de outubro, contará com público nas arquibancadas

22:26 | 18/09/2020
Retorno de público aos estádios no Rio está marcado para dia 4 de outubro (Foto: Divulgação/ Secretaria de Cultura RJ)
Retorno de público aos estádios no Rio está marcado para dia 4 de outubro (Foto: Divulgação/ Secretaria de Cultura RJ)

O jogo entre Flamengo e Athletico-PR, no dia 4 de outubro, contará com público nas arquibancadas do estádio Maracanã. A Prefeitura do Rio de Janeiro emitiu nota, na noite desta sexta-feira, 18, indicando a liberação para o retorno do público ao estádio.

Conforme o Município, o estádio terá capacidade limitada a um terço - algo em torno de 20 mil torcedores. Segundo a prefeitura, será obrigatório o uso da máscara de proteção e aferição de temperatura na entrada dos estádios. Como regras, os responsáveis pelo jogo deverão disponibilizar álcool em gel nas áreas de circulação; as pessoas terão que manter o distanciamento de pelo menos 1,5 metro entre elas; e as vendas de ingressos deverão acontecer pela internet para evitar filas e aglomeração.

A prefeitura informou que o jogo com público no Maracanã deverá ser um teste para a volta dos torcedores aos outros estádios, como o Engenhão e São Januário. Contudo, não há data de reabertura para as outras praças esportivas.

Leia mais | CBF envia para Governo Federal estudo de retorno de público aos estádios

A decisão foi anunciada após reunião entre a prefeitura e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj). Um cenário mais favorável ao retorno de público contará também com um novo protocolo. Para isso, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também deverá ser consultada para que o Rio de Janeiro seja pioneiro nesse retorno como foi da retomada dos jogos com portões fechados. A ideia é que isso aconteça de forma uniforme, uma vez que, com público apoiando time, pode haver alguma vantagem para os clubes cariocas.

Em perfil do Twitter, o presidente do Corinthians, Andres Sanchez afirma só "aceitar a volta do público aos estádios se todos os times da Série A tiverem a mesma oportunidade, independente do estado ou cidade". "Se não forem as mesmas condições pra todos não entraremos em campo", ressaltou.

 

No Ceará, dirigentes dos três times se diziam favoráveis ao retorno, como publicado em reportagem do O POVO, no dia 10 de setembro.

Confira reportagem completa

+ Portões abertos: futebol pode ter público nos estádios em outubro

+ Como o cenário do Estado pesa na defesa dos clubes pela retomada

+ Epidemiologista acredita em estádios com público a partir do fim de outubro

+ Futebol e pandemia: o cenário da retomada de público nas maiores ligas do mundo