PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Clubes da Série A aceitam proposta da Globo e repasses das cotas de abril a junho serão reduzidos

Os dirigentes conseguiram barganhar uma redução menor no primeiro mês

Brenno Rebouças
18:43 | 30/04/2020
Ceará e Fortaleza vão ter repasses de TV reduzidos entre abril e junho
Ceará e Fortaleza vão ter repasses de TV reduzidos entre abril e junho (Foto: Julio Caesar / O POVO)

Os vinte clubes que disputam a Série A do Brasileiro acabaram aceitando a proposta da TV Globo em reduzir os repasses da cota fixa que cada um tem direito nos meses de abril, maio e junho. A informação é da Folha de S. Paulo, confirmada pelo Esportes O POVO.

Os dirigentes conseguiram barganhar, entretanto, uma redução menor no primeiro mês. Em abril, a diminuição será de 60%, mas nos dois meses seguintes o corte aumenta para 70%. Em Números absolutos, as três parcelas dos meses supracitados serão de R$ 449,6 mil, R$ 337,2 mil e R$ 337,2 mil.

Esse dinheiro não vai se extraviar. A Globo vai compensar no pagamento das cotas de julho a dezembro, com parcelas de R$ 1.124.178,13. A emissora propôs a diminuição para os meses em que o futebol está suspenso. A justificativa dada aos clubes foi o impacto da pandemia do coronavírus, que coloca uma incerteza na data de início da Série A do Brasileiro.

A saída acabou sendo interessante para os clubes que precisam do recurso nesse período sem jogos (mesmo reduzidos) e não tiveram seus contratos suspensos. Uma cláusula no contrato permite que a Globo faça isso, a exemplo do que fez nos Estaduais que compra diretamente.

A cota fixa representa 40% do valor dos direitos de transmissão em TV aberta, sendo o restante por número de jogos transmitidos (30%) e por desempenho na Série A (30%). Só nessa modalidade, são pagos R$ 600 milhões por ano aos times da elite nacional (rateado).