PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Às vésperas do "maior clássico", Jesus vê Brasil mais pressionado para vencer

Por jogar em casa, o atacante acredita que a Seleção Brasileira sofre mais com a pressão

17:41 | 30/06/2019
Gabriel Jesus durante treinamento na Cidade do Galo, em Belo Horizonte, onde treina a Seleção para o jogo contra a Argentina
Gabriel Jesus durante treinamento na Cidade do Galo, em Belo Horizonte, onde treina a Seleção para o jogo contra a Argentina(Foto: Douglas Magno / AFP)

Gabriel Jesus concedeu entrevista coletiva neste domingo em Belo Horizonte, onde a Seleção Brasileira se prepara para a semifinal da Copa América, contra a Argentina, marcada para a próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão. Às vésperas da partida, o jovem atacante se mostrou empolgado para participar de um dos mais importantes clássicos do futebol mundial.

“Acho que sim, pela rivalidade, pelo histórico de sempre ter disputas decisivas”, disse Jesus ao ser questionado se Brasil x Argentina seria o maior clássico do mundo. “Então, acredito que sim, para mim é o maior clássico entre seleções”.

Apesar de o confronto envolver duas das maiores seleções do planeta, Gabriel Jesus acredita que o Brasil está mais pressionado para vencer do que os argentinos, uma vez que os comandados de Tite disputam a Copa América em casa e vivem um momento bem mais favorável em comparação aos rivais.

“No meu modo de pensar se trata de duas seleções gigantes, países com históricos muito bons. Pelo momento, por jogar em casa, o Brasil tem mais pressão para ganhar do que a Argentina, mas é um clássico”, afirmou Gabriel Jesus, antes de revelar se havia feito alguma aposta com Aguero, seu concorrente de posição no Manchester City e que, ao que tudo indica, estará no comando do ataque da Argentina na próxima terça-feira.

“Não fiz aposta com ele, é ele defendendo o país dele e eu defendendo o meu. Mas, óbvio que, quando voltar para o City, espero zoar muito ele e o Otamendi”, concluiu.

 

Gazeta Esportiva