PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Os adversários de Ceará e Fortaleza na Série A: favoritos, incógnitas e quem briga para não cair

Vovô e Leão têm como objetivo principal a permanência na Série A. Dupla do futebol cearense disputa o Brasileirão contra outras 18 equipes com pretensões diversas

16:43 | 27/04/2019
Everton está sendo especulado no Milan e no Manchester City
Everton está sendo especulado no Milan e no Manchester City (Foto: (Foto: Lucas Uebel/GFBPA))

OS FAVORITOS

- PALMEIRAS

Time com maior investimento do país e com o elenco mais qualificado e diverso, o atual campeão brasileiro é, novamente, favorito ao título. O experiente comando do técnico Felipão é um dos trunfos. Embora tenha sido eliminado na semifinal do Campeonato Paulista, vai bem na Libertadores e certamente terá condições de disputar o título no Brasileirão. Nomes como Dudu, Ricardo Goulart, Felipe Melo, Gustavo Scarpa e Lucas Lima são os principais destaques. O atacante Arthur Cabral, ex-Ceará, é um dos que pode despontar como surpresa neste badalado elenco.

Time base: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomes e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Ricardo Goulart, Dudu e Deyverson.

Técnico: Felipão

Destaque: Dudu - atacante

- GRÊMIO

Atua bicampeão gaúcho e com bom retrospecto recente em competições internacionais, o Tricolor entra como um dos favoritos, mas tendo a missão de acabar com o jejum de 23 anos sem vencer o Campeonato Brasileiro. A aposta é na manutenção do trabalho do técnico Renato Portaluppi, apontados por muitos como o melhor treinador do país no momento, e em uma equipe recheada de talentos.

Time base:Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortês; Michel, Maicon e Luan; Everton, Diego Tardelli e André

Técnico: Renato Portaluppi

Destaque: Everton - atacante

- FLAMENGO

Com um pesado investimento, o Flamengo tem um elenco ainda mais badalado que do ano passado. Com muitos nomes de peso, a aposta é que o time possa fazer de 2019 um ano de conquistas, que já começou com o título do Campeonato Carioca. Vencer o Brasileiro, porém, é uma das grandes metas da diretoria Rubro-Negra, que aposta em Abel Braga como treinador que será capaz de guiar o elenco estrelado aos títulos.

Time Base: Diego Alves; Pará, Rodrigo Caio, Rhodolfo e Renê; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Técnico: Abel Braga

Destaque: Arrascaeta - Meia

- CRUZEIRO

Campeão mineiro invicto, com ótima campanha na Libertadores e atual campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro inicia o Brasileirão como um dos grandes candidatos ao título. Não somente pelo bom momento que vive, mas também pela continuidade do trabalho do técnico Mano Menezes e da manutenção de jogadores importantes do elenco, como o goleiro Fábio, o zagueiro Dedé, o meia Thiago Neves e o atacante Fred. Além deles, reforços de qualidade chegaram, como o lateral-esquerdo Dodô, o meia Rodriguinho e o atacante Pedro Rocha. Certamente estará sempre entre os primeiros do campeonato.

Time-Base: Fábio, Edilson, Dedé, Léo e Dodô; Henrique, Ariel, Robinho, Rodriguinho e Thiago Neves; Fred.

Técnico: Mano Menezes

Destaque: Thiago Neves - Meia

PODEM SURPREENDER

- SANTOS

O Peixe é uma das equipes que deve gerar maior expectativa no campeonato. Sob comando de Jorge Sampaoli, que tem implementado uma filosofia diferente no Alvinegro, é grande a curiosidade para saber como o time irá render no Campeonato Brasileiro. Alguns nomes ex-Ceará e Fortaleza são destaques, como o goleiro Everson, o lateral-esquerdo Felipe Jonatan e o meia Jean Mota, mas a principal força é o jogo coletivo.

Time-Base: Everson (Vanderlei), Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Jorge (Felipe Jonatan); Pituca, Carlos Sánchez, Soteldo e Jean Mota; Derlis González e Rodrygo.

Técnico: Jorge Sampaoli

Destaque: Jean Mota - Meia

- INTERNACIONAL

A equipe de Odair Hellman perdeu o Campeonato Gaúcho para o Grêmio, mas vai bem na Libertadores e chega com boas possibilidades no Campeonato Brasileiro. Um dos grandes trunfos é a força que tem como mandante, já que tem perdido pouquíssimos jogos atuando no Beira Rio. Embora falte maior regularidade, o elenco é qualificado e tem totais condições de repetir a boa campanha que fez no ano passado, quando ficou na 3ª colocação.

Time-Base: Marcelo Lomba, Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson e Patrick; W. Pottker, Nico López e Guerrero.

Técnico: Odair Hellman

Destaque: Guerrero - Atacante

- ATHLETICO-PR

Atual campeão da Copa Sul-Americana e também do Campeonato Paranaense, o Athletico é um dos times que mais gera expectativas para o Brasileirão. Sob comando de Tiago Nunes, que tem despontado como um dos principais treinadores da nova geração do país, o Furacão tem desempenhado um futebol vistoso, ofensivo, de intensidade, que valoriza a posse de bola e é apontado por muitos como o time que tem praticado melhor jogo no Brasil. Obviamente tem um elenco mais modesto do que a maioria dos gigantes, mas tem a seu favor o fato de não ter jogado o Estadual com o time principal, e chega mais descansado para o Brasileirão, com totais capacidades de surpreender.

Time-Base: Santos, Jonathyan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho, Bruno Guimarães, Lucho, Nikão e Rony; Marco Ruben.

Técnico: Tiago Nunes

Destaque: Bruno Guimarães - Meio-campista

- SÃO PAULO

Com eliminação precoce na Libertadores, demissão de treinador, problemas internos e chegadas de novos jogadores, o São Paulo viveu um turbilhão de acontecimentos nos primeiros meses do ano. A derrota para o Corinthians, na final do Campeonato Paulista, gerou ainda insatisfação da torcida, que espera que, em 2019, o clube possa mostrar maior regularidade no Brasileiro. A chegada de importantes reforços, como Alexandre Pato, Tchê-Tchê e Vitor Bueno, que juntam-se a um elenco que já conta com jogadores como Hernanes, Pablo e Everton pode dar liga sob comando de Cuca.

Time-Base: Tiago Volpi, Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê-Tchê, Liziero, Hernanes, Everton e Vitor Bueno; Alexandre Pato (Pablo)

Técnico: Cuca

Destaque: Hernanes - Meio-campista

- CORINTHIANS

Depois de um campeonato bem irregular em 2018, terminando na 13ª colocação, o Timão tenta voltar a brigar entre os primeiros lugares do Brasileirão. A principal aposta é no retorno do técnico Fábio Carille, que comandou o time na última conquista de Brasileiro, em 2017, e que levou o Alvinegro ao Tricampeonato Paulista. Porém, o desempenho não tem sido tão vistoso nos primeiros meses de trabalho, e é difícil crer que o Timão estará nas cabeças sempre. Porém, como o treinador já se mostrou capaz de tirar "leite de pedra", não se pode duvidar que conseguirá novamente.

Time-Base: Cassio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Jr. Urso e Sornoza; Clayson, Vágner Love e Gustagol.

Técnico: Fábio Carille

Destaque: Gustagol - Atacante

AS INCÓGNITAS

- ATLÉTICO-MG

Um dos maiores pontos de interrogação da competição é, sem dúvidas, o Atlético-MG. Após a demissão do técnico Levir Culpo, que não vinha fazendo um bom trabalho, sem padrões táticos e que resultaram na perda do Campeonato Mineiro para o Cruzeiro e eliminação na fase de grupos da Libertadores, o Galo tentou Tiago Nunes e Rogério Ceni, mas ouviu recusa de ambos e começa o Brasileirão com Rodrigo Santana no comando interino. O desafio será evoluir em todas as fases do jogo e obter equilíbrio, algo que o time mineiro não tem demonstrado até agora. O elenco conta com bons e experientes jogadores, mas que não têm dado liga.

Time-Base: Victor, Guga, Réver, Igor Rabelo e Fábio Santos; Adilson, Elias, Cazáres, Chará e Luan; Ricardo Oliveira.

Destaque: Ricardo Oliveira - atacante

- BAHIA

Nos últimos anos, o Bahia tem se estabelecido como o time nordestino com mais participações seguidas na Série A do Campeonato Brasileiro, o que resultou em uma diferente organização financeira e impacta diretamente na montagem do elenco e estabelecimento da marca. Apesar do título de Campeão Baiano, o primeiro semestre foi turbulento após a eliminação na fase de grupos da Copa do Nordeste. Enderson Moreira deixou o comando e Roger Machado assume com a missão de transformar um conjunto de jogadores talentosos em um time competitivo. Potencial o Tricolor tem bastante, e se conseguir explorá-lo, pode surpreender. Caso contrário, poderá brigar para não cair.

Time-Base: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Elton, Gregore, Ramires, Artur Victor e Arthur Caíke; Gilberto (Fernandão).

Técnico: Roger Machado

Destaque: Ramires - Meia-atacante

- FLUMINENSE

Depois da campanhas irregulares e coadjuvantes no Brasileirão nos últimos anos, o Fluminense apostou em um projeto diferente para tentar surpreender. Fernando Diniz foi escolhido como treinador para implementar uma filosofia em busca pelo protagonismo com a posse de bola. Porém, até aqui, não tem empolgado. É certo que a velocidade tem sido uma das características positivas do Flu, e há alguns jogadores talentosos no elenco, como Paulo Henrique Ganso, Luciano, Everelao e Yony González. Porém, será preciso mostrar regularidade e intensidade ainda não apresentadas para competir em alto nível.

Time-Base: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Digão e C. Henrique; Airton, Bruno Silva e PH Ganso; Everaldo, Luciano e Yony González.

Técnico: Fernando Diniz

Destaque: PH Ganso - Meio-campista

BRIGAM PRA NÃO CAIR

- VASCO

Em 2018, o Vasco escapou por pouco do rebaixamento. Se tivesse perdido para o Ceará, na última rodada, teria caído para a Segunda Divisão.Em 2019, o time foi campeão da Taça Guanabara e vice-campeão carioca, mas não encantou ninguém, e foi alvo fácil do Flamengo nos dois jogos decisivos, o que ligou o sinal de alerta para o que a equipe encontrará na Série A. Com a demissão do treinador Alberto Valentim, a diretoria cruz-maltina ainda busca um novo comandante no mercado, mas não definiu ainda quem será o técnico do time no Brasileirão. Apesar de contar com alguns bons jogadores, como Maxi Lopez, Yago Pikachu e Bruno Cesar, os vários problemas financeiros e administrativos que o clube enfrenta dificultam uma projeção mais otimista que a de brigar novamente contra o rebaixamento.

Time-Base: Fernando Miguel, Raul Cáceres, Werley e Leandro Castán; Yago Pikachu, Raul, Lucas Mineiro e Danilo Barcelos; Bruno César, Marrony e Maxi Lopez.

Técnico: Marcos Valadares (interino)

Destaque: Maxi Lopez - atacante

- BOTAFOGO

Péssimos resultados, crise de identidade, problemas financeiros e muita pressão da torcida. É com esse contexto que o Botafogo inicia o Campeonato Brasileiro. Com vários problemas, incluindo a troca de comando (Zé Ricardo foi demitido e Eduardo Barroca assumiu) o Fogão tem um futuro preocupante no campeonato. Já lutando contra o rebaixamento há alguns anos, é difícil crer que o rendimento da equipe será suficiente para brigar ao menos do meio pra cima da tabela. Além disso, o novo treinador chega à Série A sem ter comandado a equipe em nenhum jogo oficial. Escapar do rebaixamento estará de bom tamanho para um time que vem mal das pernas há um tempo e não se planejou adequadamente para o Campeonato Brasileiro 2019.

Time-Base: Gatito Fernandez, Marcinho, Joel Carli e Jonathan; Bocheca, Cícero e João Paulo; Erik, Rodrigo Pimpão e Diego Souza.

Técnico: Eduardo Barroca)

Destaque: Diego Souza - Atacante

- CHAPECOENSE

Na elite do futebol brasileiro desde 2014, a Chape vem mantendo boa média de participações na Primeira Divisão. Porém, os últimos dois anos não foram fáceis, e a equipe catarinense livrou-se do rebaixamento praticamente nos últimos minutos. Para tentar melhorar o desempenho recente e realizar campanha com maior tranquilidade, a aposta do técnico Ney Franco é em uma equipe jovem e veloz, que mantpem a espinha dorsal do elenco do ano passado, com acréscimo de talentos na parte ofensiva. Ciente da limitação que tem, a Chapecoense será mais um time reativo neste Brasileirão e que tentará surpreender para ter outro ano de estabilidade.

Time-Base: Tiepo, Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Campanharo; Rildo, Victor Andrade e Everaldo.

Técnico: Ney Franco

Destaque: Everaldo - Atacante

- GOIÁS

Após três anos na Série B, o Goiás está de volta à elite do futebol brasileiro. A missão é lutar pela permanência na Primeira Divisão, mas a tarefa não será fácil. Com problemas no início da temporada, incluindo a perda do título do Campeonato Goiano para o rival Atlético-GO e eliminação na Copa do Brasil para o modesto CRB, Maurício Barbieri foi demitido e Claudinei Oliveira assumiu o time às vésperas da competição, o que levanta incógnita sobre o perfil que a equipe terá para a disputa. A aposta é em alguns jogadores experientes, como o zagueiro Rafael Vaz, os meias Giovanni Augusto e Marlone e no jovem atacante Michael.

Time-Base: Tadeu; Kevin, Yago, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena e Giovanni Augusto; Michael, Renatinho e Brandão.

Técnico: Claudinei Oliveira

Destaque: Michael - Atacante

- AVAÍ

Um dos quatro times que retornou à Primeira Divisão em 2019, o Avaí aposta na continuidade de trabalho do técnico Geninho e na solidez defensiva para surpreender. Apesar de ser apontado por muitos como forte candidato ao rebaixamento, o Leão da Ilha manteve a ideia de jogo da temporada passada. Porém, o time perdeu peças importantes, já que Renato, Judson e Guga deixaram o clube. A dupla de zaga fomada por Betão e Marquinhos é um dos pontos fortes, e um nome de destaque é o experiente meia Douglas.

Time-Base: Vladimir, Iury, Betão, Marquinhos e Igor; Mosquera, Pedro Castro e Matheus Barbosa; João Paulo, Getúlio e Daniel Amorim.

Técnico: Geninho

Destaque: Betão - Zagueiro

- CSA

São 32 anos de ausência na Série A e uma ascenção meteórica. Nos últimos três anos, três acessos e saltos consecutivos da Série D para C, C para B e B para A. Talvez por isso, a diretoria do CSA não tenha realizado o planejamento adequado para o início do Campeonato Brasileiro. Foram 30 contratações até aqui, com imensa reformulação do elenco. A aposta, agora, é em jogadores experientes, como o lateral-direito Apodi, o lateral-esquerdo Pablo Armero, o volante Naldo, o meia Madson e o atacante Patrick Fabiano, artilheiro do clube em 2019, com nove gols. Apontado como a grande zebra da disputa, terá que suar muito para provar que todo o Brasil está errado ao apontá-lo como principal candidato ao rebaixamento.

Time-Base: João Carlos, Apodi, Ronaldo Alves, Luciano Castán e Carlinhos (Armero); Naldo, Dawhan e Didira; Matheus Sávio, Robinho (Madsons) e Patrick Fabiano.

Técnico: Marcelo Cabo

Destaque: Patrick Fabiano - Atacante

VEJA MAIS | FUTCAST #51 - O QUE ESPERAR DE CEARÁ E FORTALEZA NA SÉRIE A 2019

Listen to "#51 - O que esperar de Ceará e Fortaleza na Série A?" on Spreaker.

Andre Almeida