PUBLICIDADE
Futebol
Cacique do Vale

Zagueiro Gleidson explica o que foi determinante para Guarany-S chegar às semifinais do Estadual

Defensor ressalta campanha com poucas derrotas, empenho dos jogadores e apoio da torcida nos jogos em casa

16:07 | 21/03/2019
Gleidson firmou-se como titular ainda na primeira fase do Campeonato Cearense. Foto: Amaral Torquato
Gleidson firmou-se como titular ainda na primeira fase do Campeonato Cearense. Foto: Amaral Torquato(Foto: Foto: Amaral Torquato)

O retorno do Guarany de Sobral para a elite do futebol cearense tinha tudo para ser curto. O time foi formado dez dias antes do Campeonato Cearense iniciar, não sabia em quanto tempo teria o estádio do Junco à disposição para mandar jogos e tinha como meta não ser rebaixado.

Eis que na última rodada da segunda fase do Estadual, o Cacique do Vale arrancou um empate diante do Atlético-CE, fora de casa, em 1 a 1, e ficou com uma das quatro vagas para as semifinais do Estadual. Para o zagueiro Gleidson, titular absoluto do time, a campanha inesperada do rubro-negro no certame foi resultado de uma soma entre elenco e arquibancada.

“A competitividade aliada a qualidade dos jogadores fizeram a diferença para conseguirmos a classificação. Foi na base de muito trabalho e da força do nosso torcedor que sempre jogou junto com o time”, disse o defensor. De fato, o Junco foi fundamental para o bugre, especialmente na primeira fase, quando ninguém conseguiu bater o Guarany-S lá dentro e a torcida rubro-negro obteve a melhor média de público do Estadual.

O Cacique até tropeçou duas vezes em casa na segunda fase, mas foi em Sobral, com a presença do torcedor na arquibancada, que o Guarany superou o Ferroviário por 2 a 1 e chegou vivo na última rodada da segunda fase.

Gleidson também destacou a campanha do Guarany, que poucas vezes saiu de campo sem pontuar. Em 14 jogos, foram cinco vitórias, seis empates e três derrotas. “O time sempre teve um padrão de jogo, uma forma de jogar. Conseguimos manter um ritmo que nos proporcionou ganhar vários jogos. Oscilamos, porém na maior parte da competição mantivemos uma regularidade”, disse.

BRENNO REBOUÇAS