PUBLICIDADE
Futebol
EM REDE SOCIAL

Cariús desmente presidente do Ferroviário: "Ato de pura infelicidade, não houve acerto com Ceará"

Com 12 gols na temporada, Edson Cariús é um dos artilheiros do Brasil em 2019

11:46 | 15/03/2019
(Foto: Pedro Chaves/FCF)
(Foto: Pedro Chaves/FCF)

O presidente do Ferroviário, Valmir Araújo, afirmou na tarde de ontem, em entrevista ao programa Trem Bala, da rádio O POVO CBN, que Edson Cariús pode vestir a camisa do Ceará na Série A do Campeonato Brasileiro.

"O Cariús ele tem efetivamente sido procurado para sair do Ferroviário. Ele almeja até jogar num time da Série A, e o Ceará está mais próximo dele. Se for por mim, e eu acho que eu vou influenciar muito nisso, efetivamente ele pode ir para o Ceará", declarou Valmir Araújo.

A informação foi negada posteriormente pelo presidente do Ceará, Robinson de Castro. Horas depois, por meio de sua rede social, o atacante publicou uma nota referente ao assunto e afirmou não ter nenhum acerto ou contato com o Alvinegro.

"Boatos que se fortaleceram após uma entrevista do presidente do Ferroviário, em um ato de pura infelicidade, afirmar que já era certa minha ida para o rival Alvinegro. Gostaria de deixar bem claro que nada disso é verdade! Sou atleta do Ferroviário e todos os dias dou o meu melhor para honrar as cores do clube. Não houve nenhuma conversa e muito menos acerto com o Ceará", escreveu Cariús.

Com 12 gols na temporada, Edson Cariús é um dos artilheiros do Brasil em 2019. Ele é o principal goleador do Campeonato Cearense, com 10 gols. Além disso, chamou atenção de todo o Brasil ao marcar dois gols contra o Corinthians, pela Copa do Brasil. Na ocasião, o Ferroviário empatou em 2 a 2, mas acabou eliminado.

Edson Cariús é o principal jogador do Ferrão desde o ano passado, sendo peça fundamental para que o Tubarão da Barra fosse campeão da Série D do Campeonato Brasileiro. Em 2018, ele marcou 25 gols na temporada e foi o vice-goleador do país, atrás apenas de Gustagol, que estava no Fortaleza e balançou as redes adversárias 30 vezes no ano.

Matheus Vitor