PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Thiago Silva se diz no auge e elogia trabalho de Tuchel no PSG

No futebol, muito se diz que um jogador alcança seu auge aos 27, 28 anos de idade. O zagueiro Thiago Silva, porém, foge à regra. Aos 34, o jogador do Paris Saint-Germain concedeu entrevista à agência France Press nesta segunda-feira e garantiu que vive, atualmente, o melhor momento de sua carreira. ?Passei por bons momentos [?]

08:45 | 15/01/2019

No futebol, muito se diz que um jogador alcança seu auge aos 27, 28 anos de idade. O zagueiro Thiago Silva, porém, foge à regra. Aos 34, o jogador do Paris Saint-Germain concedeu entrevista à agência France Press nesta segunda-feira e garantiu que vive, atualmente, o melhor momento de sua carreira.

?Passei por bons momentos na minha carreira. Mas com esta idade é o auge. Você segue tendo a qualidade e conta ainda com a experiência. Quando junta as duas coisas, aumenta o nível?, afirmou, em meio à intertemporada realizada pelo time francês em Doha, no Qatar. ?Tento melhorar a cada minuto, a cada treino, tento jogar cada jogo em um nível muito, muito alto. Com a experiência, é mais fácil?, completou.

Thiago ainda aproveitou para fazer elogios ao trabalho do técnico Thomas Tuchel no Parque dos Príncipes. Segundo o zagueiro, o treinador alemão não só o fez melhorar individualmente, como também ajudou o PSG a progredir como equipe.

?Ele me deu tranquilidade para jogar. Acrescentou coisas positivas, tenta resolver os problemas o mais rápido possível. Antes de encontrar soluções, tenta conversar para saber a melhor decisão que precisa tomar?, apontou. ?Sabemos que quando fazemos as coisas simples, como o técnico pede, é possível. Quando começamos a pensar individualmente, quando um faz uma coisa e outro faz outra, não?, completou.

O PSG é líder absoluto do Campeonato Francês, com nenhuma derrota em 17 jogos e 47 pontos ganhos, 13 a mais que o vice Lille. Os comandados de Tuchel também estão classificados às oitavas de final da Liga dos Campeões, pela qual enfrentarão o Manchester United, em fevereiro, por uma vaga nas quartas.

 

Gazeta Esportiva

TAGS