PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Pequenos se reforçam com veteranos para o Estadual do RJ

Como é o Campeonato Carioca é de curta duração e o objetivo maior é evitar o rebaixamento, as equipes de menor investimento preferem contratar jogadores mais experientes e que não sejam abalados pelo confronto com atletas de maior renome. É assim que tem se comportado o Boavista, que sempre contrata jogadores que já brilharam em [?]

15:30 | 18/01/2019

Como é o Campeonato Carioca é de curta duração e o objetivo maior é evitar o rebaixamento, as equipes de menor investimento preferem contratar jogadores mais experientes e que não sejam abalados pelo confronto com atletas de maior renome.

É assim que tem se comportado o Boavista, que sempre contrata jogadores que já brilharam em outros clubes. Neste ano, o time de Bacaxá trouxe o meia Carlos Alberto, que já defendeu vários clubes brasileiros e que até conquistou um título da Liga dos Campeões pelo Porto.

Além de Carlos Alberto, o time dirigido por Eduardo Allax também contará com o zagueiro Rafael Marques e o atacante Tartá. O Boavista está invicto nos amistosos da pré-temporada e sua última façanha foi derrotar a seleção brasileira sub-20.

O Bangu também recorreu a jogadores com passagens pelos chamados clubes grandes como o meia Tchô, que se destacou no Atlético-MG, e o atacante Felipe Adão, filho do artilheiro Cláudio Adão e também com muita experiência. A equipe de Moça Bonita é comandada por Alfredo Sampaio, um recordista em se tratando de competições regionais.

A Portuguesa é dirigida por João Carlos Angelo e acaba de conquistar a Copa Rubro-Verde, que reuniu equipes brasileiras e de Portugal. O Madureira, comandada por Antonio Carlos Roy, também contratou vários jogadores, inclusive o atacante Cláudio Maradona, que se destacou na última seletiva com a camisa do Americano, e o meia Rodrigo Andrade, revelado pelo Botafogo.

O Resende fez a melhor campanha da história da seletiva carioca e acabou campeão. Sob o comando de Edson Souza, a equipe do Sul-Fluminense não pretende ser apenas um figurante na competição, apesar de não ter jogadores muito conhecidos.

A Cabofriense tem ambições modestas. O time dirigido por Luciano Quadros investiu pouco e sua contratação mais conhecida é a do atacante Rafael Pernão. O Volta Redonda trouxe de volta o técnico Toninho Andrade e contratou poucos jogadores para reforçar a equipe. Os mais conhecidos são o meia Douglas Lima e os atacantes Renan Gorne e João Carlos.

O Americano, de Campos, se classificou na seletiva, mas perdeu alguns jogadores importantes. O experiente técnico Josué Teixeira espera que o entusiasmo dos jogadores seja suficiente para que o Alvinegro campista faça uma boa campanha.

Gazeta Esportiva

TAGS