PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Boca gasta R$ 30 milhões e anuncia 2ª contratação mais cara da janela

Depois de perder a final da Libertadores para o rival River Plate, o Boca Juniors decidiu abrir os cofres para reforçar seu meio-campo. Na tarde desta sexta-feira, a equipe xeneize anunciou a contratação do meia-armador Iván Marcone junto ao Cruz Azul, do México, por 8 milhões de dólares (cerca de R$ 33 milhões). A quantia [?]

17:45 | 18/01/2019

Depois de perder a final da Libertadores para o rival River Plate, o Boca Juniors decidiu abrir os cofres para reforçar seu meio-campo. Na tarde desta sexta-feira, a equipe xeneize anunciou a contratação do meia-armador Iván Marcone junto ao Cruz Azul, do México, por 8 milhões de dólares (cerca de R$ 33 milhões).

A quantia desembolsada pelo clube faz com que o jogador de 28 anos se credencie como o segundo mais caro desta janela de transferências sul-americana, perdendo apenas para Arrascaeta, comprado pelo Flamengo junto ao Cruzeiro por 15 milhões de euros (por volta de R$ 64 milhões).

Apesar dos valores elevados, Marcone não passa nem perto de ser a maior transação do futebol argentino. Esse status é de Juan Román Riquelme, que, em 2007, fez o Boca Juniors gastar 14 milhões de dólares (aproximadamente R$ 52 milhões na cotação atual) para contar sua maestria. A segunda posição pertence a Lucas Pratto. No começo de 2018, o River Plate pagou 11,5 milhões de euros (quase R$ 50 milhões atualmente) para levar o centroavante.

O novo reforço xeneize já treinou com os companheiros nesta sexta e se mostrou empolgado por jogar no vice-campeão da América da Sul. ?Estou muito feliz por estar aqui. Era um objetivo chegar ao Boca, e estou muito contente com o projeto mostrado. Chego em um bom momento, com uma idade adequada?, declarou o jogador.

Gazeta Esportiva

TAGS