PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ponte Preta vence São Bento e segue sonhando com acesso

A Ponte Preta fez mais uma vítima na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Moisés Lucarelli, a Macaca venceu o São Bento pelo placar de 2 a 1, e segue alimentando o sonho por um lugar ao sol, no caso a elite do futebol nacional. Os gols da partida foram marcados por Renan Fonseca [?]

19:15 | 02/11/2018

A Ponte Preta fez mais uma vítima na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Moisés Lucarelli, a Macaca venceu o São Bento pelo placar de 2 a 1, e segue alimentando o sonho por um lugar ao sol, no caso a elite do futebol nacional. Os gols da partida foram marcados por Renan Fonseca e Danilo Barcelos, enquanto que Ewerton Páscoa fez o do time de Sorocaba.

A vitória foi mais do que merecida. Desde o primeiro tempo, a Ponte dominou as principais ações, pressionou, mas tinha dificuldade em colocar a bola para dentro. Mesmo fazendo uma partida bem fraca, o time de Marquinhos Santos impôs problemas, especialmente quando tinha chances claras.

Com o resultado, os comandos de Gilson Kleina chegaram aos 50 pontos, quatro a menos que o CSA, quarto colocado no momento. Porém, terão que esperar o desenrolar da 34ª rodada para saberem se a vantagem para o último time que garante o acesso diminui, aumenta ou se mantém o mesmo. Já o São Bento segue no meio da tabela.

Já na próxima terça-feira, a Ponte receberá o Boa Esporte às 20h30 (horário de Brasília). O Bentão, joga no mesmo dia e horário, também em casa diante do Coritiba.

Ponte pressiona, sai na frente, mas vacila e leva o empate

Nos primeiros minutos, a partida começou sem grandes emoções no Moisés Lucareli. A Macaca ficava com a bola, mas não assustava o adversário, que cumpria com competência sua proposta de se defender e sair em velocidade no contra-ataque. Além disso, nenhuma das equipes tinha espaço para jogar.

Com poucos espaços no jogo, a saída para a Ponte Preta era a bola aérea. Aos 22 minutos, Danilo Barcelos cobrou o corner para a grande área. O zagueiro Renan Fonseca subiu mais alto do que todo mundo e cabeceou para o fundo das redes.

Tentando atacar depois de sofrer o gol, o time comandado por Marquinhos Santos teve a sua primeira oportunidade a partir de um lance inusitado. Roni, cobrou escanteio, a bola foi indo direto para o gol, Ivan fez uma defesa esquisita. Para a sorte dos mandantes, o árbitro parou o jogo, alegando que a bola já tinha saído antes da intervenção.

No entanto, o time de Sorocaba mostrava dificuldades quando tinha a bola, e começava a errar. Tiago Real, levantou na área após a sobra do escanteio. O goleiro Rodrigo Viana saiu de forma equivocada do gol. Porém na sobra, Matheus Vargas perdeu a chance.

Outra boa chance da Macaca foi com Danilo Barcelos. O lateral-esquerdo cobrou falta com força, tendo mira no ângulo direito, e mandou com perigo, assustando a meta dos visitantes. Na sequência, porém, o Bentão conseguiu empatar o jogo. Depois de escanteio na área, Ewerton Páscoa cabeceou livre no canto de Ivan, que a exemplo de Rodrigo Viana, saiu muito mal do gol. Assim, o primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1.

Danilo Barcelos marca de pênalti e Macaca vence

Na etapa complementar, o panorama da partida seguiu parecido. Aos seis minutos, Danilo Barcelos recebeu com espaço na esquerda e fez o cruzamento buscando Tiago Real. O meia subiu até bem entre os zagueiros, mas faltou força, e a bola foi nas mãos do goleiro Rodrigo Viana.

A Ponte seguia pressionando. Tiago Real fez ultrapassagem pela direita e cruzou para Júnior Santos. O atacante cabeceou no canto direito de Rodrigo Viana, que foi buscar e fez bela defesa.

Na sequência, o árbitro assinalou pênalti a favor da Macaca. André Luís dominou no peito, tentou se livrar da marcação, mas Bruno Ré o derrubou com um pontapé na entrada da área. Na cobrança, Danilo Barcelos bateu convicto no canto direito, deslocando o goleiro, e recolocando de forma merecida a Ponte Preta na frente do placar mais uma vez.

O São Bento pouco assustava a meta defendida por Ivan. Porém, quando conseguia chegar, levava relativo perigo. Foi assim aos 26 minutos, Paulo Vinícius tentou o chute da entrada da área, pegou mal, mas a bola sofreu desvio em Ruan. Na sobra, Roni dominou dentro da área, ajeitou e bateu forte com a perna esquerda. O goleiro da Ponte fez bela defesa.

A equipe de Sorocaba, se atirou ao campo de ataque nos minutos finais e quase empatou aos 39 minutos. Luidy arriscou de longe, e a bola foi por cima do travessão. Cinco minutos depois, foi a vez de Ronaldo mandar um canudo da meia-lua. Mesmo com a pressão, a Ponte Preta segurou a vitória por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 X 1 SÃO BENTO

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Data: 2 de novembro de 2018, sexta-feira

Horário: 17h00 (horário de Brasília)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes: Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli, ambos de SP

Público: 6.501 pagantes

Renda: R$ 69.115,00

Cartões amarelos: João Vitor e Júnior Santos (Ponte Preta); Samuel Santos, Roni e Francis (São Bento) 

Cartão vermelho:

Gols: PONTE PRETARenan Fonseca aos 22 minutos do primeiro tempo e Danilo Barcelos aos 11 minutos do segundo tempo.

SÃO BENTO: Ewerton Páscoa aos 40 minutos do primeiro tempo.

PONTE PRETA: Ivan; Ruan, Reginaldo, Renan Fonseca e Danilo Barcelos; João Vitor, Lucas Mineiro, Matheus Vargas (Murilo Henrique) e Tiago Real (Paulinho); Júnior Santos (Hyuri) e André Luís.

Técnico: Gilson Kleina

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Éverton Silva, Ewerton Páscoa, Luizão e Bruno Ré; Abuda (Ronaldo), Dudu Vieira e Samuel Santos (Paulo Vinícius); Roni, Joãozinho (Luidy) e Francis.

Técnico: Marquinhos Santos

Gazeta Esportiva

TAGS