PUBLICIDADE
Futebol

Atlético-GO empata com Avaí e se complica na luta pelo acesso

20:15 | 06/11/2018

O Atlético-GO recebeu o Avaí na noite desta terça-feira no estádio Antônio Accioly, pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Precisando da vitória para manter viva a esperança de acesso à Primeira Divisão, o Dragão não conseguiu superar os rivais catarinenses, já que ficou no empate em 2 a 2, e praticamente deu adeus ao sonho de voltar à elite do futebol nacional.

O Avaí, por sua vez, foi a 57 pontos e segue entre os quatro colocados que subirão para a Série A do Brasileiro. O time comandado por Geninho possui o mesmo número de pontos que o Goiás, que só aparece à frente dos catarinenses pelos critérios de desempate.

O jogo – O Avaí mostrou a que veio logo no primeiro minuto de partida. Após cobrança de lateral de Guga, Renato pegou bem na bola e carimbou a trave. No rebote, Pedro Castro chutou para fora. Quatro minutos depois, nova bola na trave para o time catarinense. Desta vez, Rodrigão fez o desarme e arriscou de fora da área, mas também não teve sorte.

Azarados no início da partida, os avaianos acabaram vencendo a falta de pontaria nos minutos finais do primeiro tempo. Após ficarem com o grito de gol entalado na garganta, os visitantes, enfim, balançaram as redes aos 41 minutos, com Rodrigão, que recebeu passe de cabeça de Renato e, de bico, completou para o gol, na saída do goleiro Klever.

Já no segundo tempo o Atlético-GO mudou sua postura e passou a ameaçar mais o Avaí. A primeira grande chance aconteceu aos seis minutos, quando João Paulo bateu de longe e levou perigo ao goleiro rival. Já aos 20 o Dragão foi mais feliz, chegando ao gol de empate. Em contra-ataque, André Luiz cruzou na medida, e Renato Kayzer precisou apenas completar para o gol.

Sonhando com o acesso à Série A, o Atlético-GO foi com tudo para cima do Avaí na reta final de partida, mas acabou castigado pelo Avaí no contragolpe. Na primeira chance dos catarinenses no segundo tempo, o lateral-direito Renato arrancou, deixando os marcadores para trás, e tocou na saída do goleiro Klever, que nada pôde fazer.

Mas se engana quem pensou que o Dragão não teria mais forças para reagir. Antes do apito final, ainda deu tempo de Luanzinho derrubar João Paulo na área e o árbitro marcar pênalti. Na cobrança, Júlio César não desperdiçou e estufou as redes para ao menos evitar a amarga derrota rubro-negra em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 2 X 2 AVAÍ

Local: estádio Antônio Accioly, Goiânia (GO)

Hora: 19h15 (de Brasília)

Data: 6 de novembro de 2018 (terça-feira)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Gols: Renato Kayzer, aos 20 minutos do 2ºT, e Júlio César, aos 42 minutos do 2ºT (Atlético-GO); Rodrigão, aos 41 minutos do 1ºT, e Renato, aos 35 minutos do 2ºT (Avaí)

ATLÉTICO-GO: Klever; Alisson, Lucas Rocha (William Alves), Oliveira e Jonathan; Rômulo (Vitinho), Pedro Bambu e João Paulo; Júlio César, Renato Kayser e Thiago Santos (André Luis)

Técnico: Wagner Lopes

AVAÍ: Maurício Kozlinski; Guga, Marquinhos Silva, Betão e Igor Fernandes; Judson (Luan), Matheus Barbosa, Renato e Pedro Castro; Rodrigão e Jones Carioca

Técnico: Geninho


Gazeta Esportiva

Recomendadas para você

Comentários