PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ausência de Paredes e desgaste podem mudar o Colo-Colo contra o Palmeiras

Confiante, mas uma incógnita. É dessa forma que o Colo-Colo desembarcou em São Paulo para tentar reverter a desvantagem de 2 a 0 construída pelo Palmeiras no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores, no Chile. Apesar do discurso de que ?é possível?, os caciques não têm, nem de longe, sua escalação [?]

08:15 | 03/10/2018

Confiante, mas uma incógnita. É dessa forma que o Colo-Colo desembarcou em São Paulo para tentar reverter a desvantagem de 2 a 0 construída pelo Palmeiras no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores, no Chile. Apesar do discurso de que ?é possível?, os caciques não têm, nem de longe, sua escalação definida para o duelo no Allianz Parque.

Os problemas do treinador Héctor Tapia começam nas duas ausências já confirmadas de forma antecipada. Tanto Damián Pérez, expulso na reta final do confronto no Chile, quanto Paredes, com dores na coxa, sequer vieram ao Brasil e estão confirmados como desfalques. Além disso, o comandante pode ser obrigado a promover outras mudanças na equipe titular por conta do desgaste do elenco.

Colo-Colo treina no CT do São Paulo sem Barrios e Valdivia

Treinador do Colo-Colo vê Valdívia fundamental e crê em boa recepção

?A ausência de Paredes é sentida, claro, porque se trata de uma referência. Mas ainda teremos uma reunião com todo o corpo técnico e médico do clube, porque temos que ver outros jogadores que podem estar desgastados demais, sem condições de jogo, e analisar a melhor escalação que podemos colocar em campo para enfrentar o Palmeiras?, disse Tapia em entrevista coletiva na última terça-feira.

Apesar da pouca possibilidade de troca em decorrência do tamanho e da importância da partida, alguns jogadores acusaram o cansaço no desembarque do time em São Paulo. Isso porque, no último domingo, o Colo-Colo teve um clássico diante da Universidad Católica, partida em que Tapia escalou força máxima pela necessidade de pontos na tentativa de manutenção na briga pelo título nacional.

Após a partida, o time concentrou e viajou ao Brasil para enfrentar o Palmeiras, tendo feito um treinamento regenerativo no Centro de Treinamentos do São Paulo na última segunda-feira. Assim, a recuperação do grupo de atletas foi, de certa forma, comprometida, ainda mais por se tratar de um elenco com jogadores experientes, algo considerado justamente um trunfo para a classificação diante dos alviverdes.

?O sistema depende das peças que teremos à nossa disposição. Sem Paredes acabo ficando apenas com o Barrios de atacante de ofício em um confronto que preciso reverter uma desvantagem de dois gols. Temos que ver os jogadores que estão em melhor momento, mais preparados fisicamente para definirmos tanto o esquema, quanto as peças e, consequentemente, escolher a postura que será adotada?, completou o treinador.

Dessa forma, espera-se um Colo-Colo com, inicialmente, apenas duas mudanças, praticamente definidas. No lugar de Pérez deve ser promovida a entrada de Gabriel Suazo, que desempenhou a mesma função na reta final do confronto contra a Católica. Já na vaga de Paredes deve entrar Esteban Pavez, mudando a característica do time, pode jogar com Barrios como a única referência.

Gazeta Esportiva

TAGS