PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Milton Mendes tira ?coisas bonitas? de derrota e pede Sport focado

Milton Mendes não teve, nem de longe, a estreia que esperava sob o comando do Sport. Neste domingo, o treinador teve pela frente um Horto lotado, um Atlético Mineiro muito determinado e um resultado que afundou ainda mais sua nova equipe na zona de rebaixamento: uma goleada sofrida por 5 a 2. Mesmo assim, o [?]

20:00 | 30/09/2018

Milton Mendes não teve, nem de longe, a estreia que esperava sob o comando do Sport. Neste domingo, o treinador teve pela frente um Horto lotado, um Atlético Mineiro muito determinado e um resultado que afundou ainda mais sua nova equipe na zona de rebaixamento: uma goleada sofrida por 5 a 2. Mesmo assim, o recém-contratado treinador viu coisas boas no revés.

Em sua entrevista coletiva, Mendes valorizou a entrega dos jogadores do Leão, foi enfático ao apontar a qualidade do time como o principal trunfo visando a permanência na Série A e ressaltou ter visto ?coisas bonitas? durante os 90 minutos. Porém, o time estacionou nos 24 pontos e permaneceu na vice-lanterna da competição nacional.

?Sinceramente, acho que mostramos coisas bonitas. Aqui e ali, levamos umas bolas diagonais, eles fazem muito bem isso. Mas tivemos momentos espetaculares, a equipe jogou bem, teve a posse de bola. Nunca é bom perder por cinco gols, mas a equipe mostrou uma disposição e nunca desistiu. Eu acredito muito nos meus jogadores, na direção, no torcedor e vamos lutar muito até o fim. Nossas forças estão cada vez mais acesas. Não podemos lamentar o que já passou. Temos que mirar em frente?, disse Milton Mendes.

?O que me faz acreditar é que você vê que temos um grupo extraordinário. Vou falar do fator humano, temos um grupo bom, de homens bons. Todos querem ajudar o Sport a sair dessa situação. O que foi conversado durante a semana foi o fator mental, trabalhamos isso e também algum posicionamento?, completou.

Apesar do bom início e a vantagem no placar, o Sport deu muitos espaços, principalmente pelos lados do campo, que foi por onde o Galo criou as principais jogadas e chegou à maioria dos gols. Na segunda etapa, Michel Bastos até esboçou uma reação, logo contida com o gol marcado por Ricardo Oliveira, que deu números finais a goleada.

?Eu considero que encaramos a equipe adversária de igual para igual. Fizemos um gol, tivemos uma certa posse de bola, o adversário mais, o que é natural por estar em casa e propondo o jogo. Fomos bem. O placar foi elástico, não era o que pretendíamos, mas meus jogadores lutaram muito, deram o que podiam dentro de campo?, ponderou Milton Mendes.

Gazeta Esportiva

TAGS