Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Marcelo Cirino joga 90 minutos e comemora volta ao time titular com gol

O Atlético Paranaense bateu o Paraná Clube por 3 a 0, no clássico válido pelo Campeonato Brasileiro, mas o resultado não foi o único destaque. Pela primeira vez jogado uma partida inteira desde que retorno ao clube, o atacante Marcelo Cirino ainda marcou um dos gols, o 39º dele com a camisa do Furacão. ?O [?]
23:45 | Set. 24, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Atlético Paranaense bateu o Paraná Clube por 3 a 0, no clássico válido pelo Campeonato Brasileiro, mas o resultado não foi o único destaque. Pela primeira vez jogado uma partida inteira desde que retorno ao clube, o atacante Marcelo Cirino ainda marcou um dos gols, o 39º dele com a camisa do Furacão.

?O gol é tudo em um jogo, ainda mais para um atacante. Significa muito. E para mim, que pude voltar a ser titular, é ainda mais especial?, afirmou o jogador, que comemorou muito as pazes com as redes. ?Fazer gol em clássico também é muito bom. Então, fico feliz por todo esse momento, por poder voltar a ajudar a equipe e marcar um dos gols?, emendou.

Para o atacante, a partida também valeu para mostrar que está se aproximando um pouco mais da forma física e do ritmo ideal. ?Foi um jogo intenso e pesa um pouco a falta de ritmo. O Paraná também dificultou a partida e tivemos que nos doar bastante. Mas no geral, me sai bem. Não apenas pelo gol, mas também pela disposição em campo e por ter aguentado os 90 minutos?, disse.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Cirino agora fica como opção para um desafio que promete ser complicado, domingo diante do Santos, na Vila Belmiro. ?Será mais um jogo muito difícil. Em casa, o Santos é muito forte, mas vamos trabalhar bem durante a semana. Temos que chegar lá e fazer nosso jogo, mesmo fora de casa, porque temos capacidade para vencer?, concluiu.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags