Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Furacão goleia o Peñarol no Uruguai e confirma a classificação

O Atlético Paranaense garantiu a classificação para a próxima fase da Copa Sul-americana 2018 ao golear o Peñarol, do Uruguai, por 4 a 1, com uma grande apresentação em pleno Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu. No jogo de ida, na Arena da Baixada, o Furacão venceu o adversário por 2 a 0. Se a [?]
21:45 | Ago. 07, 2018 Autor - Tipo Notícia

O Atlético Paranaense garantiu a classificação para a próxima fase da Copa Sul-americana 2018 ao golear o Peñarol, do Uruguai, por 4 a 1, com uma grande apresentação em pleno Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu. No jogo de ida, na Arena da Baixada, o Furacão venceu o adversário por 2 a 0.

Se a vantagem brasileira já era boa, ficou a inda melhor aos seis minutos da primeira etapa, com Léo Pereira aproveitando cruzamento para desviar ao fundo da rede. Depois do intervalo, também aos seis minutos, Pablo fez o passe para Marcinho, que tocou na saída e Dawson e anotou o segundo gol. Cristian Rodríguez descontou, aos 17 minutos. Porém, Nikão, aos 22 minutos, fez o terceiro gol atleticano. Bruno Guimarães fechou a contagem nos acréscimos.

Na próxima fase da competição, as oitavas de final, o adversário do Rubro-Negro será o Caracas, que eliminou o Sport Huancayo.

O jogo ? Os uruguaios começaram na pressão. Logo aos dois minutos, Estoyanoff pegou sobra de bola na entrada da área e fuzilou para grande defesa de Santos. Na sobra, Cristian Rodríguez não alcançou a bola. O troco veio na sequência, com Renan Lodi chegando ao fundo e cruzando para Cirino, que não chegou até a bola a tempo. Mas, aos seis minutos, Léo Pereira aproveitou cobrança de falta para no meio da área e desviou do goleiro, abrindo o placar para a equipe brasileira.

O Peñarol sentiu o gol e se desorganizou, ainda que continuasse a buscar o primeiro gol. Aos 14 minutos, Rojo arriscou o chute cruzado, de longe, e Santos fez a defesa com tranquilidade. Aos 16 minutos, Pablo recebeu de frente para o gol e chutou forte, mas no meio, obrigando Dawson a trabalhar. O Atlético segurava bem a bola no pé, deixando o tempo passar sem sofrer na defesa.

O Furacão tentava utilizar a velocidade de Marcelo Cirino, como aos 29 minutos, em lançamento de Rafael Veiga. A arbitragem, no entanto, parou o lance para marcar impedimento. Cruzamento na mediada para Estoyanoff, aos 34 minutos, e a cabeçada saiu perfeita, parando em ótima defesa de Santos.

Para a etapa final, o Peñarol voltou com Franco Martínez no lugar de Giovanni González. No primeiro ataque, Estoyanoff ensaiou uma bicicleta no meio da área, mas tocou completamente sem direção. O troco veio com Pablo, que partiu em velocidade, invadiu a área e tocou rasteiro para grande defesa e Dawson. Mas, aos seis minutos, Marcinho recebeu passe açucarado de Pablo e tocou na saída do goleiro para marcar o segundo.

A equipe rubro-negra tinha domínio completo das ações da partida. Aos 15 minutos, Nikão levantou na área e Raphael Veiga desviou de cabeça para frente. Cristian Rodríguez descontou aos 17 minutos, pegando bonito na bola na entrada da área para estufar a rede. A reação não durou muito. Aos 22 minutos, Nikão recebeu na marca do pênalti e tocou no cantinho para fazer o terceiro. O terceiro gol matou de vez o time uruguaio, que não apresentava nenhum poder de reação. Rodríguez tentou uma bicicleta, aos 37 minutos, e mandou para fora. Ainda deu tempo para Bruno Guimarães, aos 46 minutos, marcar o quarto e fechar a goleada.

PEÑAROL-URU 1 X 4 ATLÉTICO PARANAENSE-BRA

Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai)

Data : 07 de agosto de 2018, terça-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Mauro Vigliano (Argentina)

Assistentes: Julio Fernandez (Argentina) e Lucas Germanotta (Argentina)

Cartões amarelos : Pablo (Atléico-PR)

Gols

PEÑAROL: Cristian Rodríguez, aos 17 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Léo Pereira, aos 06 minutos do primeiro tempo; Marcinho, aos 06 minutos e Nikão, aos 22 minutos, e Bruno Guimarães, aos 46 minutos do segundo tempo

PEÑAROL: Dawson; Giovanni González (Franco Martínez), Formiliano, Carlos Rodríguez e Lucas Hernández; Guzmán Pereira, Gonzalo Freitas, Estoyanoff, Rojo e Cristian Rodríguez; Viatri.

Técnico: Leonardo Ramos

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Léo Pereira, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González e Raphael Veiga; Marcelo Cirino (Nikão), Pablo (Bergson) e Marcinho.

Técnico: Tiago Nunes

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Felipe Neto ironiza números de live de Bolsonaro: "Enfraquecimento"

artistas contra bolsonaro
2021-07-30 09:23:00 Autor Tipo Noticia

O Presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) foi ironizado por Felipe Neto após ter público menor em live do que o youtuber alcança em suas transmissões de jogos ao vivo pelo YouTube. O político realizou uma live nesta quinta para alegar fraude nas urnas eletrônicas, porém apresentou argumentos falsos, já desmentidos anteriormente.

Felipe Neto usou o twitter para comentar sobre a live. "O presidente convoca o país inteiro para assistir sua live, onde diz que mostrará as provas de fraude nas eleições. Menos de 120 mil pessoas simultâneas assistem. Isso demonstra o enfraquecimento completo do governo no ambiente digital. Nosso Among Us de ontem bateu 145 mil", comparou.

Leia também | Amazon Prime Video: Confira os lançamentos de filmes e séries em agosto

Recentemente, o influenciador celebrou o recorde de rejeição de 51% do governo. Os dados foram divulgados por uma pesquisa do Datafolha. Felipe disse que Bolsonaro e sua minoria precisarão se curvar às maiorias e também alertou que ainda há pessoas que precisam reconhecer a má gestão do presidente.

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Caminhoneiros: entidades dizem que recado foi dado e sinalizam novos protestos

ECONOMIA
2021-07-30 09:14:49 Autor Agência Estado Tipo Notícia

Entidades de caminhoneiros que protestaram pelo País desde o último domingo avaliam que o movimento foi positivo e que trouxe avanços ante o realizado em fevereiro. Segundo elas, os atos contaram com maior adesão dos transportadores, diante do crescente descontentamento da categoria com as promessas não cumpridas pelo governo federal. Já o silêncio das autoridades como o do presidente Jair Bolsonaro e o do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que não se pronunciaram sobre a mobilização, desagradou às lideranças do movimento.
O presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), Plínio Dias, que convocou os atos, disse que a mobilização atingiu a expectativa esperada. "A mobilização foi muito boa. Calculamos que pelo menos 20 mil caminhoneiros aderiram à paralisação. Observamos também que o número de veículos de carga rodando na estrada diminuiu expressivamente", afirmou Dias.
O CNTRC informou que transportadores autônomos retomaram as atividades no fim da tarde de quarta-feira (28). Os protestos pontuais registrados ao longo de quatro dias ocorreram por meio de formação de piquetes nas margens das estradas e em postos de combustíveis, com extensão de faixas e veículos parados. Não houve relatos de interdição ou bloqueio de rodovias.
Segundo Dias, em 20 dias a categoria vai se reunir para avaliar o rumo dos atos e novas medidas que poderão ser adotadas conjuntamente pelas entidades e sindicatos presentes no movimento. "A possibilidade de uma nova mobilização será discutida neste encontro. Primeiro, precisamos ver a situação que cada entidade trará de sua base", afirmou. As respostas das autoridades competentes também serão determinantes para as próximas medidas dos transportadores autônomos, avalia o líder do Conselho. "O recado foi dado. Mostramos ao governo que houve um grande avanço da categoria em geral que está descontente com a situação. Há projetos existentes, mas até agora nada foi efetivado", observou Dias.
Um prazo para avaliar eventual nova paralisação também foi dado pelo Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam) aos seus associados. Presidente do Sindicam, Luciano Santos disse que o sindicato deu dez dias aos governantes para responderem sobre o atendimento das demandas, como a instalação de um posto fixo da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no Porto de Santos para fiscalizar o pagamento do frete mínimo pelas empresas que atuam no complexo portuário. "Depois desse prazo, se não resolverem, podemos chamar uma possível nova greve", afirmou Santos, que acionou o Ministério da Infraestrutura quanto à agenda. A região foi a que concentrou o maior número de protestos.
Apoiadora do movimento, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL) estima que 16 Estados registraram atos, com cerca de 100 pontos de manifestações. "Na região de Ijuí (RS), vimos que 80% da categoria não rodou. Apenas empresas de transporte mantiveram a movimentação, o que deu a sensação de normalidade, além do fato de não termos bloqueado rodovias", afirmou o diretor da CNTTL, Carlos Alberto Litti Dahmer, que também preside o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga de Ijuí. "Ganhamos em mobilização, mas não logramos êxito em despertar o governo para os problemas da categoria. Os atos não produziram o efeito desejado."
Na avaliação de Litti, a participação dos motoristas foi superior à observada nos protestos realizados pelas mesmas entidades em 1º de fevereiro. Ele acrescentou que o fato de o governo não se manifestar, dizendo apenas em nota que não havia bloqueios em rodovias e questionando a representatividade das entidades, esvaziou a paralisação. "A estratégia do governo é ganhar no cansaço, é levar até o último momento, quando começa a prejudicar o abastecimento. Aos poucos, o transportador autônomo cansou de ficar em casa com o caminhão estacionado e se sentiu isolado, porque a sensação era de normalidade", apontou Litti.
Na semana passada, nas vésperas da mobilização, o Ministério da Infraestrutura afirmou em nota que não reconhecia as lideranças e entidades que estavam chamando os protestos. De acordo com Dias, do CNTRC, não houve contato com nenhuma autoridade do governo durante as últimas semanas. "Não recebemos nenhum chamado por parte do governo para possamos dialogar sobre a situação da categoria. As autoridades já foram notificadas sobre as nossas pautas", pontuou Dias.
Entre as reivindicações citadas estão o cumprimento do piso mínimo do frete rodoviário, a mudança na política de preços da Petrobras para combustíveis de paridade de importação para paridade de exportação e a aposentadoria especial para caminhoneiros a partir de 25 anos de trabalho. "Eles têm em mãos nossa pauta desde 1º de fevereiro. O governo não nos procurou, o que importa é que a categoria reconheceu e parou", destacou Dias.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Magalu venderá celular em rede de alimentos

ECONOMIA
2021-07-30 09:09:56 Autor Agência Estado Tipo Notícia

A gigante Magazine Luiza - terceira maior rede de varejo do País, segundo ranking do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo (Ibevar) divulgado na quinta-feira, 29, - vem crescendo no e-commerce, mas sem esquecer de ampliar sua presença no varejo físico. Além do projeto de abrir mais de uma centena de lojas próprias em 2021, a companhia está colocando o pé no acelerador em outra vertente: a formação de parcerias para a abertura de quiosques em varejistas de outros setores.
Depois de uma primeira experiência, já finalizada, com o Carrefour - em que o Magalu assumiu a operação de venda de eletrodomésticos dentro de algumas unidades da gigante francesa -, o Magalu definiu um novo modelo: a abertura de quiosques dedicados à telefonia e à tecnologia, de porte menor, em redes que não têm operação de eletrônicos. A primeira parceria ocorreu com a Marisa, de moda, e já resultou em 171 unidades. Agora, a empresa leva o projeto para o setor de alimentos.
Em parceria com a rede paulista Semar, que tem 25 lojas, a gigante quer aproveitar a recorrência de consumo do supermercado para vender seus produtos - além dos celulares e outros aparelhos em pronta-entrega, o cliente poderá também fazer uma compra orientada de outros itens pelo site, recebendo via e-commerce.
Segundo Fabrício Garcia, vice-presidente de negócios do Magazine Luiza, trata-se de uma estratégia para dar capilaridade ao negócio - ou seja, para fazer com que o consumidor "esbarre" na marca em momento em que não espera. "É uma forma de expansão que não é tão cara e também uma forma de oferecer conveniência para o consumidor", diz o executivo.
Segundo Garcia, depois do êxito da parceria com a Marisa, que ajudou a divulgar a marca no Rio de Janeiro, em especial, a empresa está aberta a novas parcerias, especialmente em locais onde tem presença restrita. A Semar, presente em 18 municípios, servirá a esse propósito. Por ora, o Magalu não tem lojas em cidades onde serão abertos quiosques, como Arujá e Bertioga, no litoral paulista.
Para Alberto Serrentino, especialista em varejo da consultoria Varese, trata-se de um bom negócio para ambas as partes. "Para o Magalu, é uma forma de conquistar clientes de forma barata - uma vez que o cliente vai muito mais ao supermercado do que a uma loja de eletrodomésticos", diz.
Para as parceiras, afirma Serrentino, a proposição é vantajosa caso elas não tenham uma operação própria de eletrodomésticos ou eletrônicos. Isso porque, uma vez que o Magalu faz a venda em seu sistema, esse consumidor passa a fazer parte de sua cartela de clientes. É por isso, explica, que a parceria com o Carrefour não foi adiante.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Inscrições para o Fies 2021.2 terminam às 23h59

Educação
2021-07-30 09:05:01 Autor Agência Brasil Tipo Notícia

Termina hoje às 23h59 o prazo de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 no site do programa. O Fies oferece financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação. O resultado será divulgado no dia 3 de agosto.

Pré-requisito

Para fazer a inscrição o interessado deve ter participado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a partir da edição de 2010, e ter média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Vagas

Os candidatos podem escolher até três opções de curso/instituição/turno, por ordem de preferência. Em 2021 o Fies teve a oferta total de 93 mil vagas. Nesta seleção do segundo semestre estão disponíveis 69 mil vagas distribuídas em 23.320 cursos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. A consulta pode ser feita na página do Fies.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Auxílio emergencial 2021: pagamento da 4ª parcela encerra hoje; veja calendário de saque

ECONOMIA
2021-07-30 09:04:00 Autor Alan Magno Tipo Notícia

A Caixa Econômica Federal conclui nesta sexta-feira, dia 30 de julho, o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial de 2021. Recebem hoje, o depósito da última rodada de pagamento da 4ª parcela do benefício, trabalhadores nascidos em novembro e beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) igual a 0. A liberação do direito ao saque para público geral ocorrerá a partir de segunda-feira, 2 de agosto. 

O POVO
lista abaixo calendário atualizado e completo com as datas de pagamento e saque do benefício e as informações até então divulgadas sobre a 5ª, 6ª e 7ª parcela do benefício. 

+ Auxílio emergencial prorrogado; quem tem direito e como fazer consulta

Com a antecipação do calendário da quarta parcela do auxílio emergencial de 2021, o público geral receberá depósito da quarta parcela do benefício nas contas digitais cerca de uma semana antes do previsto inicialmente. O processo de liberação do direito ao saque começará onze dias antes do previsto.

O período de saque começará no primeiro dia útil de agosto, com início da liberação do direito ao saque de forma escalonada de acordo com mês de aniversário dos beneficiário do público geral, a começar por janeiro. O cronograma desta rodada do auxílio encerra definitivamente no dia 18 de agosto. 

+ Consulta do auxílio emergencial 2021 pelo CPF; saiba como fazer
Auxílio emergencial não caiu? Saiba como e até quando é possível contestar o pagamento

Ainda não há calendário definido para pagamento e liberação de saque da quinta, sexta e sétima parcelas do auxílio emergencial. No anúncio da prorrogação apenas foi informado que as novas parcelas do benefício serão pagas entre agosto e outubro, em cronograma a ser liberado pela Caixa. Assim, espera-se, ainda em agosto, um pronunciamento oficial da Caixa e do Ministério da Cidadania para anúncio público do cronograma da prorrogação do pagamento do benefício. 

Na última quinta-feira, 15, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, pontuou que os beneficiários receberão por meio de mensagens via WhatsApp informações detalhes sobre pagamento e saque das próximas parcelas ainda neste mês de julho. A expectativa é que os pagamentos da 5ª parcela comecem próximo ao fim da liberação de saque da parcela anterior, na terceira semana de agosto. 

O pagamento antecipado da quarta parcela, bem como o das novas parcelas criadas, seguirá o mesmo principio de pagamento escalonado de acordo com a data de nascimento para público geral e levando em consideração o último dígito do NIS para beneficiários do Bolsa Família. 

LEIA TAMBÉM | Bolsonaro anuncia novo Bolsa Família com valor médio de R$ 300
Bolsonaro pretende acabar com abono salarial dos trabalhadores para pagar Bolsa Família de R$ 300

Seguem abaixo as datas atualizadas do novo calendário de pagamento e saque quarta rodada de pagamento do benefício deste ano para público geral e beneficiários do Bolsa Família:

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: novo calendário de pagamento (depósito na Poupança Social) - público geral

  • Nascidos em janeiro: 17 de julho
  • Nascidos em fevereiro: 18 de julho
  • Nascidos em março: 20 de julho
  • Nascidos em abril: 21 de julho
  • Nascidos em maio: 22 de julho
  • Nascidos em junho: 23 de julho
  • Nascidos em julho: 24 de julho
  • Nascidos em agosto: 25 de julho
  • Nascidos em setembro: 27 de julho
  • Nascidos em outubro: 28 de julho
  • Nascidos em novembro: 29 de julho
  • Nascidos em dezembro: 30 de julho

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: novo calendário de saques - público geral

  • Nascidos em janeiro: 02 de agosto
  • Nascidos em fevereiro: 03 de agosto
  • Nascidos em março: 04 de agosto
  • Nascidos em abril: 05 de agosto
  • Nascidos em maio: 09 de agosto
  • Nascidos em junho: 10 de agosto
  • Nascidos em julho: 11 de agosto
  • Nascidos em agosto: 12 de agosto
  • Nascidos em setembro: 13 de agosto
  • Nascidos em outubro: 16 de agosto
  • Nascidos em novembro: 17 de agosto
  • Nascidos em dezembro: 18 de agosto

Quarta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento atualizado para beneficiários do Bolsa Família

  • NIS com final 1: 19 de julho
  • NIS com final 2: 20 de julho
  • NIS com final 3: 21 de julho
  • NIS com final 4: 22 de julho
  • NIS com final 5: 23 de julho
  • NIS com final 6: 26 de julho
  • NIS com final 7: 27 de julho
  • NIS com final 8: 28 de julho
  • NIS com final 9: 29 de julho
  • NIS com final 0: 30 de julho

Como funcionará a divulgação do calendário da 5ª, 6ª e 7ª parcela do auxílio emergencial pelo WhatsApp?

>> Uma conta oficial e verificada da Caixa passará a enviar as informações sobre o auxílio emergencial, especialmente sobre o cronograma das próximas parcelas do benefício. Ao todo, 500 milhões de pessoas devem ser beneficiadas com os envios.  

>> Receberão os avisos os clientes do auxílio emergencial com celular cadastrado no aplicativo Caixa Tem. O usuário poderá habilitar ou desabilitar o recebimento dos avisos.

>> Não é necessário fazer uma nova solicitação ou cadastro para receber os avisos no celular, basta checar se o número de contato informado no perfil do aplicativo Caixa Tem está atualizado. 

>> O assunto das mensagens automáticas incluem: informações sobre o calendário de crédito na conta poupança digital, o calendário de pagamento ou de saque em dinheiro e demais avisos e comunicados.

>> Mensagens serão gratuitas, garantindo que mesmo aqueles que não tenham acesso a internet, seja rede móvel ou banda larga, possam receber os informes.

>> Os comunicados serão enviados a partir de um único número da Caixa de forma automática, ou seja, sem a possibilidade de conversação, sendo utilizado apenas para o envio dos avisos. 

>> A Caixa ressalta que o perfil jamais solicitará qualquer dado ou informação adicional dos beneficiários, utilizando o canal apenas para enviar os informes oficiais, orientando inclusive aos beneficiários, que não respondam a mensagem recebida.  

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags