PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Desejado pela Argentina, Gareca renova contrato com a seleção do Peru

Após a campanha abaixo do esperado na Copa do Mundo comandando a seleção do Peru, Ricardo Gareca decidiu qual será seu futuro para as próximas temporadas. Após reunião realizada nesta quarta-feira com Edwin Ovied, presidente da Federação Peruna, o ex-técnico do Palmeiras surpreendeu a muitos e renovou seu contrato com a equipe sul-americana por mais quatro [?]

15:15 | 08/08/2018

Após a campanha abaixo do esperado na Copa do Mundo comandando a seleção do Peru, Ricardo Gareca decidiu qual será seu futuro para as próximas temporadas. Após reunião realizada nesta quarta-feira com Edwin Ovied, presidente da Federação Peruna, o ex-técnico do Palmeiras surpreendeu a muitos e renovou seu contrato com a equipe sul-americana por mais quatro anos, acabando com as esperanças da seleção da Argentina de contar com os serviços do treinador.

Com a renovação de contrato, Gareca pode chegar à marca de sete anos comandando a seleção peruana, já que assumiu o time em março de 2015. Logo no seu começo de trabalho, o treinador surpreendeu a muitos com um rendimento sólido e levou a equipe até a histórica terceira colocação da Copa América, quarenta anos depois do último título do time na competição.

Nas Eliminatórias Sul-americanas, o time novamente teve um bom desempenho com o comando de Gareca e conseguiu terminar na quinta colocação, à frente do Chile, atual bicampeão da América. Na repescagem, triunfo diante da Nova Zelândia e vaga garantida para o Mundial depois de 36 anos ausente.

No entanto, o bom desempenho não foi repetido na fase de grupos da competição e os peruanos não conseguiram se classificar para as oitavas de final. A derrota na estreia para a Dinamarca e um novo resultado negativo diante dos franceses, que se tornariam campeões semanas depois, foram o suficiente para que a equipe voltasse pra casa um pouco antes do esperado pelos torcedores.

Desde que começou sua carreira como treinador, em 1996, Gareca comandou apenas um clube brasileiro e depois de quase 20 anos treinando clubes sul-americanos. Em 2014, o argentino aceitou a proposta do Palmeiras, que naquele momento, retornava à elite do futebol nacional depois do seu segundo rebaixamento na história, dois anos antes. Pelo time paulista, conquistou menos de 35% de aproveitamento e foi demitido com menos de três meses de trabalho.

Os próximos compromissos de Gareca à frente da Seleção do Peru serão os amistosos diante da Holanda e Alemanha, nos dias 06 e 09 de setembro, respectivamente.

Gazeta Esportiva

TAGS