PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Titular da Bélgica na Copa, Witsel pode reforçar o Borussia Dortmund

As boas atuações pela seleção da Bélgica na Copa do Mundo da Rússia teriam rendido a Axel Witsel a oportunidade de voltar ao futebol europeu. O volante, que defende o Tianjin Quanjian, da China, desde janeiro de 2017, teria despertado o interesse do Borussia Dortmund em seu futebol. A informação foi publicada pelo jornal alemão Funke [?]

13:45 | 22/07/2018

As boas atuações pela seleção da Bélgica na Copa do Mundo da Rússia teriam rendido a Axel Witsel a oportunidade de voltar ao futebol europeu. O volante, que defende o Tianjin Quanjian, da China, desde janeiro de 2017, teria despertado o interesse do Borussia Dortmund em seu futebol. A informação foi publicada pelo jornal alemão Funke Sport.

Os chineses, porém, devem dificultar a operação. Com contrato assinado até o final de 2019, o meio-campista de 29 anos de idade não seria liberado por menos de 40 milhões de euros (mais de R$ 175 milhões). Ademais, o jogador ainda teria de se dispor a ganhar um salário menor do que o seu atual, visto que os auri-negros não teriam as mesmas condições de investimento que os asiáticos.

Witsel foi revelado pelo Standard Liége, da Bélgica, ainda em 2006. Em 2011, foi vendido ao Benfica, de Portugal, por 9 milhões de euros. Foram 52 partidas pelo time de Lisboa, o suficiente para ser negociado por 40 milhões de euros ao Zenit, da Rússia, onde viveu sua melhor fase entre 2012 e 2016, com 179 aparições e 22 gols. O Tianjin Quanjian investiu 20 milhões de euros no volante, que, após um ano e meio na China, fez 37 jogos e marcou cinco gols. Pela Bélgica, já esteve em campo em 96 oportunidades desde sua primeira convocação, em 2008.

Gazeta Esportiva

TAGS