PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Juíza acolhe pedido e ex-presidente do Barcelona será julgado por corrupção

A manhã desta sexta-feira trouxe consigo mais uma péssima notícia para o ex-presidente do Barcelona, Sandro Rossel. Isso porque a juíza espanhola Carmen Lamela anunciou o acolhimento da solicitação da promotoria local, que culmina no envio do antigo mandatário do clube catalão, sua esposa e outras quatro pessoas à julgamento por suposto envolvimento em um caso de [?]

09:45 | 27/07/2018

A manhã desta sexta-feira trouxe consigo mais uma péssima notícia para o ex-presidente do Barcelona, Sandro Rossel. Isso porque a juíza espanhola Carmen Lamela anunciou o acolhimento da solicitação da promotoria local, que culmina no envio do antigo mandatário do clube catalão, sua esposa e outras quatro pessoas à julgamento por suposto envolvimento em um caso de lavagem de dinheiro.

Além da presença no tribunal em data ainda não definida, foi estipulado pelas autoridades o depósito de 78,6 milhões de euros (cerca de R$ 340 milhões) por parte Rossel dentro de 24 horas por responsabilidade civil. De acordo com o jornal El Pais, o dirigente terá seus bens embargados em caso de não cumprimento do prazo para o pagamento da quantia.

Na última quarta-feira, a promotoria espanhola apresentou por escrito uma acusação contra o ex-presidente do Barcelona solicitando uma pena de 11 anos de prisão, alegando, entre outras coisas, que desde 2006, Rossel participa de uma estrutura estável baseada em laços de amizade e parentesco que se dedica a lavagem de dinheiro em grande escala.

As acusações contra Sandro Rossel são das mais variadas, desde a suposta compra de um fígado ilegal para ser transplantado a Abidal, ex-jogador do Barcelona, até casos de lavagem de dinheiro e corrupção. Entre eles, está um suposto acordo com a Confederação Brasileira de Futebol, que teria pago uma comissão de US$ 26 milhões (R$ 96,7 milhões) ao antigo dirigente na renovação de contrato da Nike com a CBF em 2008, quando Ricardo Teixeira estava à frente da entidade.

Por solicitação da juíza espanhola Carmem Lamela, Rossel está em prisão incondicional desde maio de 2017 e deve permanecer até o julgamento acatado nesta sexta-feira, ainda sem data definida para ser realizado.

Gazeta Esportiva

TAGS