PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Furacão vira a chave após eliminação na Copa do Brasil

Com o técnico interino Tiago Nunes no comando, o Atlético Paranaense voltou a campo após a parada para a Copa do Mundo e, já em seu primeiro desafio, caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil ao empatar com o Cruzeiro por 1 a 1, no jogo de volta, no Mineirão. No primeiro confronto, [?]

22:30 | 16/07/2018

Com o técnico interino Tiago Nunes no comando, o Atlético Paranaense voltou a campo após a parada para a Copa do Mundo e, já em seu primeiro desafio, caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil ao empatar com o Cruzeiro por 1 a 1, no jogo de volta, no Mineirão. No primeiro confronto, a Raposa bateu o Furacão por 2 a 1. O atacante Pablo destacou a garra do time, que dificultou ao máximo a vida do adversário e seguiu vivo no jogo até o apito final.

?A gente queria passar de fase, fizemos um jogo de igual para igual e tomamos um gol de contra-ataque, acabamos pagando o preço. Mas, a equipe lutou até o fim?, disse o jogador, já virando a chave para os próximos desafios. ?Temos que focar no Campeonato Brasileiro e na Sul-americana, que tem dois jogos. Vamos sair dessa situação no Brasileiro e depois focar na Sul-americana?, acrescentou.

Para Raphael Veiga, o Rubro-Negro entendeu bem a importância do jogo e manteve as ações equilibradas, precisando apenas um pouco mais de capricho no terço final do campo. ?Era um jogo decisivo. A gente fez um bom jogo, do começo ao fim. Faltou acertar o ultimo passe e a finalização. Tivemos muita posse de bola e acabamos não concluindo muito ao gol?, avaliou.

Autor do gol atleticano, o atacante Bergson acreditou até o fim na classificação, mas ela não veio. Agora é pensar em acertar o time como o novo comando técnico e buscar coisas melhores na temporada. ?O jogo estava bem controlado, a parte defensiva foi excepcional. A gente contava um pouco com a sorte, fiz um gol no final, mas não deu. Agora uma nova metodologia de trabalho, que vamos assimilar o mais rápido possível porque futebol não tem tempo?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS