PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Pablo vê resultado injusto e nega dependência da bola parada de Carleto

Neste domingo, o Atlético-PR voltou a sair de campo com um resultado negativo pelo Campeonato Brasileiro. No Independência, em Belo Horizonte, o time até saiu na frente do América-MG, mas permitiu o empate ainda no primeiro tempo e levou a virada na etapa final. A derrota por 3 a 1 foi muito lamentada pelos rubro-negros [?]

18:45 | 03/06/2018

Neste domingo, o Atlético-PR voltou a sair de campo com um resultado negativo pelo Campeonato Brasileiro. No Independência, em Belo Horizonte, o time até saiu na frente do América-MG, mas permitiu o empate ainda no primeiro tempo e levou a virada na etapa final. A derrota por 3 a 1 foi muito lamentada pelos rubro-negros na saída do gramado, dentre os quais o atacante Pablo, que acredita que a equipe merecia um resultado melhor.

?Lamentamos muito. O time deles não foi superior ao nosso, fomos melhores no primeiro tempo e tomamos o gol numa besteira. A gente sente muito a derrota. A equipe trabalha, a torcida nos apoia e o Campeonato Brasileiro é muito dinâmico. Quarta-feira tem jogo de novo e vamos caprichar para sair com a vitória contra o Sport?, disse Pablo, ao passar pela imprensa no caminho dos vestiários.

O gol do Furacão foi novamente marcado através de bola parada, dos pés do lateral esquerdo Thiago Carleto. Foi o quinto gol seguido do Rubro-Negro proveniente deste tipo de jogada. A respeito do assunto, Pablo acredita que não se trata de uma limitação do time em criar jogadas, mas sim de uma falta de capricho na hora de finalizá-las.

?A gente está criando as oportunidades. A bola que não está entrando, então precisamos caprichar mais. Temos uma bola parada muito forte com o Carleto e estamos aproveitando isso. Mas nossa equipe não é só bola parada. Nossa equipe joga e já provou que faz gols. Perder um jogo como perdemos hoje é algo que não podemos aceitar de maneira alguma?, completou.

Pelo Brasileirão, o Atlético volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Sport, às 21h (no horário de Brasília) na Ilha do Retiro, em Recife. Os comandados de Fernando Diniz ocupam a 16ª colocação da tabela, com apenas nove pontos ganhos, um a mais que o Vitória, que encabeça a zona do rebaixamento da competição.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS