PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Buscando um ?camisa 9?, Milan define Falcão García e Morata como alvos

Nem mesmo o investimento chinês fez com que o Milan retomasse o protagonismo no cenário internacional na última temporada. Muito pelo contrário, o clube italiano sofreu no início da temporada, apelou para a contratação do ídolo Gennaro Gattuso a fim de dirigir o time do banco de reservas e sofreu com algumas contratações que não [?]

15:15 | 05/06/2018

Nem mesmo o investimento chinês fez com que o Milan retomasse o protagonismo no cenário internacional na última temporada. Muito pelo contrário, o clube italiano sofreu no início da temporada, apelou para a contratação do ídolo Gennaro Gattuso a fim de dirigir o time do banco de reservas e sofreu com algumas contratações que não vingaram. Entre elas, a de André Silva, promessa portuguesa que marcou apenas 10 gols.

Em busca de uma ?camisa nove? para a próxima temporada, o Milan já tem definido qual serão os dois alvos principais para reforçar o time. De acordo com o jornal italiano Gazzetta Dello Sport, as prioridades são Álvaro Morata, do Chelsea, e Falcão García, atualmente no Monaco.

Para ser concretizada, entretanto, a negociação envolvendo qualquer um dos atletas terá de receber o aval da Uefa, algo que dificilmente deve acontecer. Em maio, o Milan foi notificado da investigação em suas contas para determinar se as regras de Fair Play Financeiro estão sendo seguidas desde a administração do grupo chinês. Se comprovada alguma irregularidade, o clube pode ser excluído da Liga Europa da próxima temporada.

Uma possível punição também é um dos motivos pelo qual a diretoria Rossonera definiu dois alvos. Caso a participação em competições europeias for negada, a prioridade se torna Falcão, que possui um valor de mercado mais acessível em relação a Morata. Tirar o atacante colombiano do time do principado, porém, é uma missão bastante complicada nesse momento, principalmente pelo recente rendimento.

Contratado junto ao Real Madrid na última temporada, Morata não conseguiu convencer os torcedores londrinos e o treinador Antonio Conte, que optou mais vezes por Giroud ou até mesmo por uma formação sem um centroavante mais fixo. A situação do espanhol, nesse momento, é indefinida, ainda mais com a não classificação dos Blues para a Liga dos Campeões.

Gazeta Esportiva

TAGS