PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Tite espera contribuição emocional de remanescentes da Copa passada

A Seleção Brasileira da Copa do Mundo da Rússia contará com seis remanescentes da vexatória campanha do Mundial de 2014, disputado em casa ? o zagueiro Thiago Silva, o lateral esquerdo Marcelo, os volantes Fernandinho e Paulinho, o meia Willian e o atacante Neymar. Para o técnico Tite, que divulgou os seus 23 convocados nesta [?]

16:15 | 14/05/2018

A Seleção Brasileira da Copa do Mundo da Rússia contará com seis remanescentes da vexatória campanha do Mundial de 2014, disputado em casa ? o zagueiro Thiago Silva, o lateral esquerdo Marcelo, os volantes Fernandinho e Paulinho, o meia Willian e o atacante Neymar. Para o técnico Tite, que divulgou os seus 23 convocados nesta segunda-feira, esses jogadores poderão contribuir psicologicamente com a sua delegação.

?O aspecto emocional é fundamental. A Copa do Mundo tem de três a sete jogos, e você precisa estar mentalmente muito forte. Existe a necessidade de ter desempenho e resultado?, argumento o comandante gaúcho. ?Então, todos (os remanescentes) vão ajudar essa comissão técnica que não estava lá. Eles têm uma experiência única, porque se aprende ganhando, empatando e perdendo. Quero sempre vencer, mas a vida não é assim. Eles estão um passo à frente em relação a mim e terão condições de nos ajudar muito?, confiou.

Desde que assumiu a vaga de Dunga, Tite tem tentado amenizar as marcas de quem integrava a delegação brasileira na histórica goleada por 7 a 1 pela Alemanha, no Mineirão, nas semifinais da última Copa. Transformou, por exemplo, Paulinho em um dos símbolos da Seleção Brasileira, colaborando para que ele calasse os seus críticos. Depois, não se preocupou também com as gozações sobre a instabilizada emocional de Thiago Silva sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Hoje, o zagueiro disputa com Marquinhos um lugar ao lado de Miranda como titular.

Seja como for, Tite espera que todos os seus atletas, os mais e os menos experientes, estejam preparados psicologicamente para um Mundial. ?O momento não é de preparação. O atleta tem que vir pronto. O momento de preparação já foi nos jogos amistosos, até nas Eliminatórias. Não será no Mundial. A pressão em uma Copa é muito grande. Você corre o risco de não produzir. Eles sabem disso?, afirmou.

A lista de remanescentes da Copa do Mundo de 2014 seria ainda maior se o lateral direito Daniel Alves não tivesse se contundido na final da Copa da França. Mais um homem de confiança de Tite, o jogador do Paris Saint-Germain acabou vetado pelo departamento médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Gazeta Esportiva

TAGS