PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Guardiola confirma saída de Yaya Toure do Manchester City

A conquista do Campeonato Inglês com algumas rodadas de antecedência antecipou o planejamento do Manchester City para a próxima temporada e algumas decisões sobre o elenco já foram tomadas por Pep Guardiola. Nesta sexta-feira, o treinador comunicou que Yaya Toure, um dos ícones da história recente do clube, não terá seu contrato renovado e fará [?]

12:00 | 04/05/2018

A conquista do Campeonato Inglês com algumas rodadas de antecedência antecipou o planejamento do Manchester City para a próxima temporada e algumas decisões sobre o elenco já foram tomadas por Pep Guardiola. Nesta sexta-feira, o treinador comunicou que Yaya Toure, um dos ícones da história recente do clube, não terá seu contrato renovado e fará sua despedida na partida da próxima quarta-feira, diante do Brighton.

?Yaya não ficará para próxima temporada. No jogo contra o Brighton vamos focar em vencer também para ele. Terá um gosto especial por tudo o que fez por nós. Yaya veio para cá no começo desta jornada. Onde estamos agora é por causa do que ele fez ao longo de sua passagem. Foi um jogador fundamental?, disse Guardiola.

Em 2010, Toure deixou o Barcelona, onde perdeu espaço justamente com Guardiola, para assumir o papel de protagonista no projeto do Manchester City em voltar a conquistar títulos e evoluir ao nível de vencer uma Liga dos Campeões. Na sua segunda temporada, contribuiu para o primeiro troféu do clube na era da Premier League, sempre com sua boa presença dentro da área e eficiência na bola parada.

A chegada de Guardiola a Inglaterra significou novamente um período conturbado na carreira do marfinense. Em seus primeiros meses à frente do clube, o treinador espanhol afastou Toure do elenco e entrou em conflito com o empresário do atleta, Dimitri Seluk. No fim de 2016, foi estabelecido um consenso entre as partes e o meia foi reintegrado ao elenco, recebendo até uma proposta de renovação para a atual temporada.

Na campanha do título inglês, Yaya voltou a ser preterido por pedidos de Guardiola e disputou apenas 13 partidas na temporada. As vezes que entrou em campo foram, em sua maioria, pelas copas, quando os titulares foram poupados para dar rodagem ao elenco.

Gazeta Esportiva

TAGS