PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Wenger declara que ficará um mês afastado após saída do Arsenal

  Arsene Wenger revelou na última semana que sairá do comando técnico do Arsenal após 22 anos de muitas histórias. Sem revelar seu próximo destino, o treinador disse que ficará um mês afastado do futebol até decidir seu futuro, em entrevista ao Sky Sports, no último domingo. ?Uma vez que eu tenha finalizado (no Arsenal), [?]

13:30 | 30/04/2018

 

Arsene Wenger revelou na última semana que sairá do comando técnico do Arsenal após 22 anos de muitas histórias. Sem revelar seu próximo destino, o treinador disse que ficará um mês afastado do futebol até decidir seu futuro, em entrevista ao Sky Sports, no último domingo.

?Uma vez que eu tenha finalizado (no Arsenal), eu não sei. Decidi ficar um mês afastado, quatro ou cinco semanas, antes de eu tomar uma decisão?, disse o francês à publicação. ?Eu preciso me mover um pouco para adquirir um pouco de perspectiva da minha situação e analisar da maneira mais objetiva possível, mesmo que não seja fácil?, finalizou.

Depois de ter anunciado sua saída do Arsenal, Wenger não chegou a confirmar se ele iria para outro clube, se se aposentaria ou se comandaria outra equipe. Agora, ele decidiu se afastar para decidir, de fato, seu futuro.

No domingo, o Arsenal perdeu do Manchester United naquela que foi a última visita de Wenger ao Old Trafford, pelo menos como técnico dos Gunners. Na manhã da última sexta-feira, o Arsenal publicou, em seu site oficial, uma carta de despedida. No comunicado, ele agradece a todos do clube e também torcedores, e indica que encerrará seu ciclo na equipe no fim da temporada.

?Depois de uma análise cuidadosa e uma série de conversas, sinto que o final da temporada é o momento certo para deixar o clube. Sou grato por ter tido o privilégio de servi-lo e por tantos anos memoráveis gerindo-o com integridade e comprometimento?, dizia o início da nota.

Gazeta Esportiva

TAGS