PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Valdívia aprova formação mais veloz do São Paulo e torce por gol de Jean

Valdívia aprovou a formação do São Paulo na vitória por 2 a 0 sobre o CRB-AL, na noite da última quarta-feira, no Morumbi, pela Copa do Brasil. De acordo com o meia-atacante, a equipe ganhou em velocidade com a entrada do garoto Brenner no lugar de Diego Souza. ?O São Paulo optou por um jogo [?]

18:45 | 01/03/2018

Valdívia aprovou a formação do São Paulo na vitória por 2 a 0 sobre o CRB-AL, na noite da última quarta-feira, no Morumbi, pela Copa do Brasil. De acordo com o meia-atacante, a equipe ganhou em velocidade com a entrada do garoto Brenner no lugar de Diego Souza.

?O São Paulo optou por um jogo mais rápido, para marcar em cima, não deixar o CRB jogar, e foi o que aconteceu. Isso foi fundamental no primeiro tempo. Eles perderam a confiança, e nós crescemos?, analisou o jogador, em entrevista ao canal Sportv.

Com a mudança, o Tricolor dominou o time alagoano durante a maior para do confronto. Ambos os gols ? marcados por Valdívia e Éder Militão ? saíram através de tabelas pelas pontas, jogada insistentemente treinada pelo técnico Dorival Júnior.

?Tivemos chances para fazer mais gols. O Dorival foi muito bem. Os jogadores têm de se doar mais. Ele escala e temos de fazer o nosso papel. Quem está melhor, joga. O futebol não tem engano?, resumiu, sem desmerecer o estilo dos companheiros que foram para o banco de reservas.

?Tivemos mais velocidade, sim, mas não desperdiçando Diego Souza e Nenê, que têm qualidade. Cada jogo tem uma história. Em um pode usar velocidade, em outro pode usar a força para manter a posse de bola. Somos um grupo. Quem estiver melhor, vai jogar. O Dorival sabe o momento para usar essas características. Contra o CRB, a velocidade prevaleceu?, avaliou.

Sempre irreverente em suas entrevistas, Valdívia ainda estimulou Jean a cobrar faltas. No segundo tempo do duelo com o CRB, motivado pelos gritos da torcida, o goleiro chegou a se apresentar para tentar o tiro livre direto, mas recuou e deixou para Cueva mandar no travessão.

?Ele treina falta, bate muito bem. É o novo Rogério Ceni. Assim que a falta saiu, a torcida pediu para ele bater, mas ainda não era o momento. O Cueva também é um bom batedor. Ele terá sua oportunidade. No próximo jogo, ele tem grande possibilidade de bater e fazer o gol, porque tem qualidade?, concluiu Valdívia.

Com a vaga encaminhada na Copa do Brasil, o São Paulo volta a campo neste domingo, às 19h30 (de Brasília), para enfrentar o Linense, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Por lesão, Sidão e Jucilei estão fora. Assim, Jean e Hudson deverão seguir na equipe.

Gazeta Esportiva

TAGS