PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Sem Neymar, Emery faz mistério e Daniel Alves mostra confiança no PSG

Antes de enfrentar o Real Madrid pela partida de volta da Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain apostou na experiência e na carreira vitoriosa de Daniel Alves para a tradicional coletiva antes dos confrontos. Ao lado do treinador Unai Emery, o brasileiro, como esperado, foi bombardeado por perguntas sobre a ausência de Neymar. Ao invés [?]

10:45 | 05/03/2018

Antes de enfrentar o Real Madrid pela partida de volta da Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain apostou na experiência e na carreira vitoriosa de Daniel Alves para a tradicional coletiva antes dos confrontos. Ao lado do treinador Unai Emery, o brasileiro, como esperado, foi bombardeado por perguntas sobre a ausência de Neymar. Ao invés de lamentar, o lateral se mostrou confiante na classificação.

?Temos duas opções. Sentar e chorar ou se levantar e fazer o que tem para ser feito. Com Neymar, o PSG é obviamente mais forte. Mas, sem ele, também somos fortes. Falo com o Neymar quase todos os dias. Combinamos de nos encontrarmos ainda nesta temporada na competição?, disse Daniel Alves. ?A primeira etapa em Madri nos faz pensar que podemos eliminar esse adversário, que podemos dar um passo à frente?, comentou.

De acordo com Emery, Neymar deve ser a única ausência para partida. Mesmo Pastore, que não treinou no último domingo, deve estar à disposição. A escalação titular, porém, não foi divulgada e a principal dúvida segue sendo sobre o possível companheiro de Thiago Silva na defesa, que também não foi confirmado, mas deve jogar.

?Ontem (domingo), apenas Pastore não treinou com o restante do elenco. Em uma situação normal, todos os atletas estarão à disposição, tirando Neymar?, comentou. ?Temos três zagueiros em excelente fase e amanhã decidiremos quem vai jogar (Marquinhos, Kimpembe ou Thiago Silva)?, indagou o comandante.

Depois de um bom primeiro tempo em Madri, o PSG acabou punido com um gol na reta final e, na segunda etapa, ainda superior, abusou das chances desperdiçadas, enquanto o Real foi letal na meta de Areola. Para Daniel, a partida desta terça-feira é a oportunidade do clube francês fazer história superando um dos maiores clubes da Europa.

?Nós temos que aproveitar esse momento único, a história está aqui para ser feita. O PSG precisa superar seus limites e temos uma oportunidade única para mudar a história. É possível. Jogos como esse de amanhã podem mostrar que o Paris não é apenas um time rico?, apontou o lateral.

Gazeta Esportiva

TAGS