PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Renato Gaúcho admite superioridade, mas rechaça ?Grêmio classificado?

Renato Gaúcho conquistou seu segundo Gre-Nal consecutivo de 2018 no último domingo. Pelo primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Gaúcho, seus comandados venceram o Internacional na Arena por 3 a 0 e seguem com uma vantagem para o jogo da volta, na próxima quarta-feira, no Beira-Rio. Seguindo os passos dos jogadores, o treinador [?]

09:15 | 19/03/2018

Renato Gaúcho conquistou seu segundo Gre-Nal consecutivo de 2018 no último domingo. Pelo primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Gaúcho, seus comandados venceram o Internacional na Arena por 3 a 0 e seguem com uma vantagem para o jogo da volta, na próxima quarta-feira, no Beira-Rio.

Seguindo os passos dos jogadores, o treinador rechaçou o discurso de ?vaga encaminhada? ou ?Grêmio garantido? nas semifinais. Durante sua coletiva, Renato fez questão de elogiar a postura, a atuação do Tricolor e fez ressalvas quanto a necessidade de comprovar a vantagem em classificação.

?Eu posso concordar que o Grêmio foi mais time que o Internacional nos primeiros 45 minutos no Beira-Rio e nos 90 de hoje. O futebol está cheio de surpresas. Não é pelo placar de 3 a 0 que o Grêmio está garantido. Não há dúvida que fomos melhores nesses clássicos, mas não estamos garantidos na próxima fase?, disse o comandante, pedindo uma atuação semelhante na partida decisiva.

Uma cena durante o clássico chamou bastante atenção. Após o terceiro gol, Renato pediu aos jogadores que controlassem a partida e não corressem riscos, tanto físicos, quanto técnicos. Para a partida de volta, o comandante afirmou que não há muito para mudar e prezou pelo descanso.

?É difícil conter a euforia do torcedor. Mas o importante é que aqui nada vai entrar no vestiário. O torcedor tem mais que vibrar, tirar onda, do outro lado seria da mesma forma?, comentou. ?Realmente fez um calor quase que insuportável. O que temos que fazer é alimentar bem os jogadores, descansar. Já temos um outro jogo quarta-feira, é muito perto. Não adianta fazer algo diferente. O melhor treinamento é o descanso?, finalizou Renato Gaúcho.

Gazeta Esportiva

TAGS